Notícia

Thathi TV

Ribeirão Preto é a 10ª cidade mais inteligente e conectada do Estado de São Paulo

Publicado em 22 setembro 2019

Por Eduardo Schiavoni

Ribeirão Preto é considerada a 10ª cidade mais inteligente e conectada do Estado de São Paulo e a 25ª do país, segundo mostrou a quinta edição do Ranking Connected Smart Cities, divulgada nesta terça-feira (17). Os primeiros colocados foram os municípios de Campinas (SP), São Paulo (SP) e Curitiba (PR).

Elaborado pela consultoria Urban Systems em parceria com a empresa de organização de eventos Sator, o ranking tem como objetivo mapear as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil. Levando em consideração 70 indicadores, em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes, são avaliados 11 setores como mobilidade, empreendedorismo, urbanismo, economia, saúde, educação, entre outros.

Ocupando a 25ª posição em escala nacional, as melhores pontuações de Ribeirão Preto ocorreram nos setores de Economia e Tecnologia e Inovação, ocupando o 31º lugar em ambas as categorias. Entre os fatores que contribuíram para a classificação estão a criação de 96.236 empregos em 2018, colocando Ribeirão como a segunda cidade a gerar mais oportunidades no Estado.

“A partir do momento em que o empresariado ganha confiança na administração municipal, os investimentos revelam crescimento econômico e, por consequência, o aumento na oferta de empregos. Avançamos muito com a entrega da terceira etapa do Distrito Empresarial, totalmente estruturada para receber novas empresas, e com o apoio à entrega do maior bairro planejado do Brasil, o Residencial Vida Nova Ribeirão. Esta iniciativas resultaram em novos postos de trabalho, fazendo de Ribeirão Preto uma cidade cada vez mais forte e desenvolvida, com qualidade de vida para todos”, afirma o prefeito Duarte Nogueira.

Empreendedor

Ribeirão também é a primeira cidade do país a realizar todas as operações relacionadas ao microempreendedor individual de forma totalmente digital, otimizando desde as emissões de notas fiscais pelo microempreendedor, que são feitas sem a utilização de papeis. O sistema começou a operar de forma 100% digital neste mês de setembro.

Considerado o município que mais formaliza MEI no Brasil, visto pela média de habitantes, Ribeirão possui 42.626 MEIs cadastrados, o que representa 6.061 microempreendedores individuais para cada 100 mil habitantes. O índice do Estado de São Paulo é de 5.182 e o do Brasil é ainda mais baixo, 4.232 MEIs para cada 100 mil habitantes. Ribeirão é, também, a quarta cidade no Estado e a 15ª no país mais atuante no total de empresas.

Tecnologia e Inovação

Ribeirão Preto é considerado um polo tecnológico e se destaca por seu ecossistema empreendedor, que conta, atualmente, com 175 startups ativas. A maior parte das empresas atua nas áreas de Tecnologia da Informação e Saúde, ambas representando 29,7% das empresas, seguidas pelas atuantes em Educação (11,4%) e Agronegócio (10,3%). Os dados são do Mapeamento do Ecossistema de Inovação realizado pelo Supera Parque de Inovação e Tecnologia.

Além disso, o município conta com mais de 50 programas de pós-graduação, é sede da Universidade de São Paulo, do Supera Parque de Inovação e Tecnologia, de duas aceleradoras de empresa – o Sevna Startups e a Pluris Aceleradora, e conta ainda com um capítulo do Founder Institute.

“A cidade está entre as que mais aprovam projetos em empreendedorismo de alto impacto. As empresas ribeirão-pretanas estão classificadas no ranking das que mais receberam verbas do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas da Fapesp”, ressalta o chefe do Executivo.

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, gerido pela Fipase, é resultado de uma parceria entre Universidade de São Paulo (USP), Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no Campus da USP local, o Parque abriga a Supera Incubadora de Empresas, o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios.

Ao todo, são 78 empresas instaladas no Parque, sendo: 58 delas na Supera Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; 12 empreendimentos no Centro de Negócios e 8 na aceleradora SEVNA Startups.