Notícia

Jornal Impresso Brasil

Revista ressalta o trabalho de saúde bucal eficiente na cidade

Publicado em 21 agosto 2020

Cuidar dos dentes tem sido o trabalho da Coordenadoria de Saúde Bucal da Prefeitura de Suzano junto a alunos de escolas municipais que ganhou destaque em uma reportagem da Revista Pesquisa, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), divulgada no dia 10 de agosto.

A publicação trata das diferenças entre o conhecimento acadêmico e o tratamento dentário oferecido à população. A coordenadora do setor, Marisa Sugaya, concedeu fala a respeito da importância da aplicação de novas abordagens e tecnologias no tratamento de cáries dentro do contexto da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Com a determinação das autoridades de saúde de abolir o uso da caneta de alta rotação, o conhecido “motorzinho de dentista”, por produzir micropartículas de saliva que podem carregar o vírus pelo ar, profissionais iniciaram debates sobre como o desenvolvimento de alternativas pode chegar ao uso prático. Exemplo disso está na colaboração entre a Secretaria Municipal de Saúde e instituições de ensino superior, como a Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e a Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (USP). As parcerias garantiram a aplicação do Tratamento Restaurador Atraumático (ART), que remove o tecido cariado com instrumentos manuais.

Antes da pandemia, a técnica vinha sendo usada com alunos do primeiro ciclo do ensino fundamental de escolas municipais.

Só em 2018, mais de 1,4 mil crianças foram atendidas. O ART também passou a ser aplicado mais intensamente em gestantes e selamentos de cavidades que ficariam abertas sem tratamento, com a mesma eficiência que os métodos tradicionais.

Para atender as condições impostas pelo distanciamento social durante a pandemia, o município recorreu, ao teleatendimento para monitoramento e acompanhamento de casos de cáries e de câncer bucal.