Notícia

Cruzeiro do Sul online

Répteis em desfile

Publicado em 10 abril 2005

Por Thiago Romero
Várias espécies de répteis e anfíbios invadiram a Estação Ciência da Universidade de São Paulo (USP) esta semana. Depois de passar por uma série de reformas, a Parada Butantan, espaço organizado pelo Instituto Butantan de São Paulo, foi reaberto na terça-feira (29/03) com novas atrações e um cenário inusitado, que lembra uma grande selva.
O público poderá observar no local dez novos terrários, habitados por um casal de sapos e nove espécies de serpentes, como cascavel, caiçaca e píton-bola, que agora vivem no bairro paulistano da Lapa.
"O espaço, um dos mais visitados da Estação Ciência, foi totalmente revitalizado. É uma atração que gera grande curiosidade entre crianças, jovens e adultos", disse Wilson Teixeira, diretor da instituição, à Agência FAPESP.
Além da chegada de novas espécies, a nova Parada Butantan deve agradar ao público por ter sido remodelada de modo a lembrar o hábitat natural dos animais, com desenhos que ilustram uma grande selva.
O próximo passo, segundo Teixeira, será mostrar o desenvolvimento tecnológico do Instituto Butantan. "O visitante poderá conhecer, por meio de ilustrações e textos explicativos, aspectos sobre as pesquisas em microbiologia e fabricação de vacinas e soros", explica.
Palestras e outras atividades de divulgação científica também estão nos planos da parceria entre o Instituto Butantan e a Estação Ciência, que começou em 1987. "A intenção é divulgar a importância dos trabalhos realizados no Butantan para toda a sociedade, especialmente entre os estudantes de ensino fundamental, médio e universitário."
A Estação Ciência, órgão ligado ao Centro de Difusão Científica, Tecnológica e Cultural da USP, fica na rua Guaicurus, 1.394, no bairro da Lapa. O horário de funcionamento é de terça a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 18h. Os ingressos custam R$ 2.
Mais informações: www.eciencia.usp.br