Notícia

Jornal da Unesp online

Renovação de espaço receberá recursos

Publicado em 15 agosto 2007

Por Julio Zanella

Proposta de Ourinhos pode obter R$ 300 mil para valorizar marco da história regional

O projeto Nos Trilhos da Memória e a Memória nos Trilhos, voltado para a expansão e revitalização do Museu Histórico de Ourinhos, foi um dos 12 aprovados pelo Programa de Políticas Públicas Vitae/Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Coordenada por docentes do curso de Geografia do câmpus local da UNESP, a proposta de levantamento, organização e digitalização dos documentos históricos recebeu R$ 38 mil, na primeira fase, podendo chegar a R$ 300 mil, na segunda fase.

"Buscamos resgatar a importância deste espaço para a construção da memória coletiva da comunidade, além de recontar a história da cidade e da região", diz Fabiana Lopes da Cunha, docente do curso de Geografia. Fabiana é uma das responsáveis pela elaboração do projeto, com os professores William Ribeiro da Silva e Lirian Melchior, sob a coordenação da professora Maria Inez Pinto, da USP (Universidade de São Paulo).

Já foram catalogadas 1,5 mil peças do acervo, que possui fotos e documentos relacionados à história do município e da ferrovia, além dos exemplares do jornal A Voz do Povo. O projeto também prevê a mudança do museu para a primeira estação ferroviária da cidade, além da realização de peças e vídeos sobre os pioneiros da região.