Notícia

Folha de S. Paulo

Remédio gratuito não chega a bairros pobres

Publicado em 01 julho 2005

Por Fabiane Leite, da reportagem local
Saúde — Levantamento da USP em São Paulo mostra que carentes pagam por medicamentos porque distribuição oficial não cobre demandaDepois de passar por oito postos de saúde da zona leste de São Paulo, no início deste mês, em busca de dois medicamentos contra a asma, para as suas duas filhas, o aposentado José Severino da Silva, 57, desistiu: fez um empréstimo de R$ 30 com o sobrinho e comprou os remédios. "Não achei nenhum. Tá uma desgraça."Segundo um estudo em andamento na Faculdade de Medicina da USP sobre consumo de serviços [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.