Notícia

Jornal de Jundiaí online

Reforma começa este ano

Publicado em 29 maio 2007

Por Carolina Denardi

Embora o projeto de implantação do Sistema de Gestão Ambiental do Sesi não tenha ligação direta com o Executivo, o secretário Francisco Carbonari, da Secretaria do Planejamento e Meio Ambiente, responsável pela Base Ecológica, reforçou o apoio à iniciativa e destacou as preciosidades da base e a importância da preservação. Carbonari anunciou que a reforma da Base Ecológica deve começar ainda este ano com recursos do município, enquanto a aquisição de novos equipamentos e investimentos em tecnologia virá de uma parceria com a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Carbonari explicou que a Base Ecológica está localizada numa área de reserva biológica da Serra do Japi e que, atualmente, comporta educação ambiental e pesquisa, mas que em médio prazo a idéia é deixá-la exclusivamente para pesquisa. "Temos parcerias com várias universidades e a principal delas é a Unicamp. Foi por conta de um projeto feito em parceria com a Unicamp que conseguimos a aprovação na Fapesp", acrescentou.

O secretário lembrou que as instalações da base são antigas, já abrigaram um mosteiro e um asilo, e precisam de adequações. "Faremos um anfiteatro para eventos e um laboratório para os pesquisadores. Além disso, faremos um memorial sobre a Serra do Japi e uma biblioteca". O secretário explicou que ainda não sabe o valor total que será gasto pela prefeitura e que existe a possibilidade de buscar parceiros para viabilizar as obras. "Como dependemos do orçamento, fixaremos prioridades e faremos as obras de acordo com elas".