Notícia

Portal Exame

Refinarias flex podem ajudar a mudar consumo de carbono

Publicado em 07 novembro 2013

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
A utilização do parque de refino brasileiro para processar simultaneamente matérias-primas de origem fóssil e biomassa – transformando as unidades em “refinarias flex” – poderia promover uma transição suave para uma economia de baixo carbono e, ao mesmo tempo, ajudar a suprir a demanda energética crescente do Brasil. A proposta foi defendida pela professora Ofélia de Queiroz Fernandes Araújo, da Escola de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), durante o 2º Workshop Fino-brasileiro sobre Conversão de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.