Notícia

Celulose Online

Refilos: uso do lodo de biosólido em plantações

Publicado em 09 março 2006

Uma das alternativas promissoras de uso para o lodo de esgoto tratado (biosólido) é sua aplicação em plantações florestais que se destinam apenas à produção de madeira. Países desenvolvidos e industrializados destinam grande proporção dos resíduos resultantes do tratamento do esgoto para áreas agrícolas e florestais, como por exemplo, França e Noruega (58%), Itália (33%) e Suíça (45%).
Experimentos desenvolvidos por pesquisadores do Deptº. de Ciências Florestais da ESALQ e do CENA — Centro de Energia Nuclear na Agricultura, com o apoio da FAPESP, FINEP, CNPq e Sabesp, em solos de baixa fertilidade, representativos das áreas onde se pratica a silvicultura comercial na região de Itatinga - SP, evidenciam que os biosólidos aumentam o teor de matéria orgânica, a fertilidade do solo e elevam os teores de nutrientes nas folhas.
Em povoamentos de eucalipto com 7 anos de idade, observou-se que o volume de material lenhoso produzido no tratamento com 10 t / ha de biosólido úmido tratado com cal e complementado com potássio foi 12% superior ao tratamento com adubação mineral usualmente aplicada nos plantios das empresas florestais da região. Assim, a aplicação de biosólido desperta interesse crescente em vista do incremento na produção de madeira e na possível economia de fertilizantes minerais, proporcionada pelo método.

Fonte: Poggiani, F. (Visão Agrícola, SBS)