Notícia

Estadão.com

Redução da vigilância deixa unidades de conservação de SP vulneráveis

Publicado em 24 agosto 2013

Por Herton Escobar e Giovana Girardi
A falta de vigilância é um dos fatores que mais ameaça as unidades de conservação do Estado de São Paulo. A Fundação Florestal tem 93 guarda-parques para cuidar de 45 mil quilômetros quadrados de áreas protegidas – média de 0,002 guarda-parque por km², ou 1 guarda para cada 484 km², incluindo áreas terrestres e marinhas. Para reforçar esse expediente, desde 2005, a Secretaria do Meio Ambiente (SMA) passou a contratar vigilantes terceirizados, que se tornaram os principais responsáveis por patrulhar as trilhas e combater a [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.