Notícia

A Cidade (Ribeirão Preto) online

Rede óptica interliga laboratórios paulistas

Publicado em 16 agosto 2006

A FAPESP, por meio do programa Tecnologia da Informação no Desenvolvimento da Internet Avançada (Tidia), abriu uma seleção pública de propostas para participação no "Projeto KyaTera", rede óptica que atua como plataforma de testes para a pesquisa de novos conceitos em redes ópticas, seus componentes e dispositivos, bem como para o desenvolvimento de novas aplicações da Internet Avançada.
Este projeto coorporativo funciona através de redes de fibras ópticas que interligam todos os laboratórios participantes, possibilitando a demonstração e a aplicação das tecnologias propostas. A velocidade da rede tão alta que transforma esses laboratórios geograficamente distribuídos pelo Estado de São Paulo em um só e possibilita o desenvolvimento de aplicações de Internet Avançada e a transmissão dessas informações a uma velocidade de 320 Gb/s, cerca de 200 milhões de vezes maior que os 100Mb/s das atuais intranets corporativas.
São dois os tipos de pesquisadores elegíveis, sendo o convite extensivo também a empresas. O primeiro grupo será formado por pesquisadores que façam parte de grupos de pesquisa experimentais — ou teóricos em parceria com grupos experimentais — da área de comunicações ópticas e dispostos a trabalhar de forma cooperativa no Projeto KyaTera. A segunda chamada é dirigida a grupos de pesquisa experimentais em todas as áreas de conhecimento dispostos a participar do Projeto, disponibilizando o acesso remoto de suas facilidades laboratoriais (WebLabs), para fins de pesquisa ou ensino, através da rede óptica. As propostas podem ser submetidas até o dia 30 de agosto, por meio do Sistema de Apoio a Gestão (SAGe), da FAPESP.
Atualmente o Projeto conta com 27 subprojetos, em que se dividem os 400 pesquisadores e estudantes de grupos de excelência de São Paulo.
Desde o início do ano passado, os cientistas estão construindo sua rede óptica e criando tecnologias de melhorias de Internet mais rápida, segura e que permita novos serviços para seus usuários. Dada a importância da Internet no sistema de pesquisa, a FAPESP pretende incrementar a inovação no Estado de São Paulo por meio do programa Tidia.