Notícia

Fundep - Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa

Rede Clara anuncia expansão

Publicado em 14 maio 2007

A Rede Clara (Cooperação Latino-Americana de Redes Avançadas) anunciou que o apoio financeiro da União Européia ao projeto Alice foi prorrogado até 2008. Segundo a Rede Nacional de Pesquisas (RNP), que representa a Rede Clara no Brasil, a extensão do financiamento proporcionará a expansão e a solidificação do projeto.

A Rede Clara interliga 12 países e 750 universidades na América Latina a uma velocidade de 622 Mbps. Desde que foi criada, em 2004, tem sido importante para a pesquisa e a educação na região. A rede viabiliza a colaboração entre pesquisadores e possibilita, por meio de links para as redes de pesquisa e educação européia (Géant2) e norte-americana (Internet2), cooperação regional e global.

A Rede Clara foi originalmente criada como um resultado do projeto Alice, conduzido pela Dante, organização que administra a rede de pesquisa européia, para estimular a colaboração acadêmica na América Latina.

Segundo a RNP, com maior responsabilidade pelos novos desenvolvimentos da rede e a ampliação de sua equipe de administração, a rede de cooperação latino-americana ganhará mais independência.

Entre os atuais projetos colaborativos estão iniciativas em astronomia, como o Expres e o Auges Access, que conectam observatórios no Chile e na Argentina com instituições parceiras na América Latina e na Europa.

Outro exemplo é o projeto @lis-TechNet, que interliga México, Chile e Costa Rica com Itália, Espanha e Reino Unido, reunindo alunos e professores das regiões com o objetivo de criar um ambiente virtual internacional de aprendizagem. O T@lemed oferece serviços de telediagnóstico e teleatendimento para pacientes em áreas isoladas do Brasil e da Colômbia.

A Europa tem apoiado a Rede Clara desde o início. Além de fornecer 80% do financiamento, os europeus dão suporte, orientação e avaliação por meio do programa @lis.

Mais informações: www.redclara.net e www.rnp.br

Fonte: Agência FAPESP