Notícia

Cida Caran

Reconhecimento

Publicado em 02 agosto 2017

Por Cida Caran

A Revista “Pesquisa FAPESP”, considerada um polo de contato e reconhecimento contínuo de pesquisadores por difundir resultados importantes da produção científica e tecnológica brasileira e do mundo; destacou em uma matéria de três páginas, o trabalho realizado na Famerp, pela equipe do Prof. Dr. Maurício Lacerda Nogueira, sobre a perspectiva de que uma infecção anterior por dengue exerceria um efeito agravante quando adquirido o zika. O veículo, respeitado pelo critério na seleção das pesquisas e pelo rigor da apuração das informações; cita o estudo publicado, no dia 20 de junho, na Clinical Infectious Diseases, coordenado por Maurício Nogueira. O primeiro a indicar que, em seres humanos, uma infecção prévia por dengue não leva necessariamente a um quadro mais grave de zika. E que ambos os vírus seriam transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti.