Notícia

O Dia (Rio de Janeiro, RJ)

Recompensada pela fé na ciência

Publicado em 08 novembro 2020

Por Da redação

A maior competição de comunicação científica do mundo, a FameLab, tem uma representante da Baixada Fluminense na semifinal. A médica veterinária Gabriela Ramos Leal, formada na Unigranrio, se tornou a primeira mulher a vencer a etapa brasileira da disputa e vai participar da próxima seleção, nos dias 11 e 12 de novembro.

A final, realizada on-line pela British Council (organização internacional britânica para educação e relações culturais), será no dia 26 de novembro. A fase nacional, vencida por Gabriela, será transmitida pela TV Cultura, dia 15, às 15h. “Eu sou uma pessoa de fé, que acredita na ciência”, afirma a especialista, doutora em Clínica e Reprodução Animal pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com período sanduíche na University of Adelaide (Austrália).

As semifinais internacionais da competição, com apresentações em inglês, são sempre em ambiente virtual e terão transmissão ao vivo pelo canal do Fame- Lab, realizado em 32 países. Esse evento, que foi lançado pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, em 2005, já premiou outras áreas, como Matemática, Engenharia e Educação Física, entre outras. O objetivo é promover a aproximação entre cientistas e público em geral, por meio da contextualização e abordagem de temas científicos no dia a dia da sociedade, além de incentivar desenvolvimento de competências em comunicação, em especial habilidade oral. Gabriela trabalha no Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman e na Universidade Castelo Branco. Ela enfatiza que esse período de pandemia funciona também como um alerta para os cientistas.

“A importância das pesquisas para sociedade é enorme, ainda que parte dela não saiba disso”, frisa a médica veterinária. O valor dessa competição pode ser medido pela parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O British Council é uma organização sem fins lucrativos, que atua em mais de 100 países, desde 1934. Ela está no Brasil desde 1945 e tem como objetivo fortalecer os laços entre o Reino Unido e os países onde essa instituição esteja presente, pela construção de relacionamentos mutuamente benéficos nas áreas de artes, na educação, nos esportes e na língua inglesa. Atualmente, a British tem escritórios em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Trabalho inovador com ênfase no combate à covid-19

Gabriela Ramos Leal venceu a etapa da competição FameLab Brasil 2020 com o trabalho sobre Utilização de cavalos na produção de soro antiofídico, com ênfase em anticorpos contra a Covid-19. Ela aproveitou para agradecer sobre a importância de seu aprendizado no curso de Medicina Veterinária na Unigranrio. “O sentimento que guardo e carrego sobre a Unigranrio é o de uma família, de acolhimento, carinho e felicidade total. Todos os professores que me inspiraram a seguir esta linda profissão foram essenciais durante meu período de qualificação.

Eu nasci como veterinária na Unigranrio, embora tenha aprendido muito também em outros lugares”, afirma. Esse evento, que foi lançado pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, em 2005, já premiou outras áreas, como Matemática, Engenharia, Educação Física. O objetivo é promover a aproximação entre os cientistas e o público em geral, por meio da contextualização e abordagem de temas científicos no dia a dia da sociedade, além de incentivar desenvolvimento de competências em comunicação, em especial habilidade oral