Notícia

Agência C&T (MCTI)

Raupp participa de encontro preparatório ao Fórum Mundial de Ciência 2013

Publicado em 28 agosto 2012

Fórum Mundial de Ciência 2013 "Ciência para o desenvolvimento global: da educação para a inovação - construindo as bases para a cidadania e o desenvolvimento sustentável" é o tema do primeiro encontro preparatório para o Fórum Mundial de Ciência 2013, que contará com transmissão ao vivo pelo link  www.mcti.gov.br/fmc2013.

O encontro - que contará, na abertura, com a participação do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp - começa nesta quarta-feira (29) e se encerra na sexta-feira (31), na sede da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), em São Paulo.

Para o ministro Marco Antonio Raupp, a realização do Fórum Mundial no Brasil expressa o reconhecimento internacional sobre a qualidade da ciência brasileira e o sobre a importância do País no cenário científico global. "Em 20 anos, nossa participação na produção científica mundial passou de 0,63% para 2,69%; estamos crescendo três vezes mais do que a média mundial", afirma.

Na avaliação do ministro, o encontro no Rio de Janeiro será importante para aumentar a inserção do Brasil em programas de cooperação científica internacional, o que "é uma forma de alavancar a qualidade de nossas instituições de ciência e tecnologia e de ampliar os resultados do trabalho de nossos pesquisadores".

Ao todo, serão sete encontros preparatórios para o Fórum, a ser realizado em novembro do próximo ano, no Rio de Janeiro.  A programação será aberta, às 17h30 desta quarta (29) pela conferência sobre o tema "O papel da Rede de Academias de Ciência" (The Role of The Network of Science Academies), a ser proferida pelo presidente da Rede Interamericana de Academias de Ciências (Ianas) e professor da Universidade da Califórnia (EUA), Michael Clegg, com tradução simultânea.

Na quinta e sexta feiras (30 e 31, respectivamente), pesquisadores científicos, gestores de ciência e inovação, representantes de universidades brasileiras, da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Royal Society (Reino Unido), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e American Association for the Advancement of Science (AAAS) vão discutir aspectos do tema central em quatro sessões: As diferentes facetas da ciência; Pensando governança da ciência e da inovação; Educação para a Ciência: bases para a inovação e o desenvolvimento sustentável; e Desafios para a ciência no século XXI.

Os encontros preparatórios previstos serão realizados em outras seis capitais brasileiras: Belo Horizonte, Salvador, Recife, Manaus, Porto Alegre e Brasília. Em cada um deles serão discutidos temas relacionados aos principais desafios da ciência neste século, nos contextos nacional e internacional. Quatro temas serão comuns a todos: Educação em ciência, Difusão e acesso ao conhecimento e interesse social, Ética na ciência e Ciência para o desenvolvimento sustentável e inclusivo.

Documento final

Ao final desse debate nacional sobre o papel da ciência no desenvolvimento global, os organizadores pretendem consolidar as proposições e principais conclusões em um documento que será divulgado antes da realização da reunião internacional do Rio. O próximo Fórum Mundial de Ciência será realizado no Rio de Janeiro em novembro de 2013. Será a primeira vez que o evento terá lugar fora da Hungria.

O fórum é organizado pela Academia de Ciências da Hungria em parceria com Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com o International Council for Science (ICSU), a American Association for the Advancement of Science (AAAS), a Academy of Sciences for the Developing World (TWAS), o European Academies Science Advisory Council (EASAC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC). A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) compõe o comitê organizador da reunião de 2013, cujo tema central será "Ciência para o Desenvolvimento Global Sustentável".

Texto: Ascom da Fapesp