Notícia

Cruzeiro do Sul online

Rato de seis quilos é descoberto: peso de um cão pequeno

Publicado em 31 julho 2010

Os pesquisadores Ken Aplin e Kris Helgen, durante uma escavação em um sítio arqueológico no Timor-Leste, encontraram ossos de 13 roedores - desses, 11 ainda não haviam sido catalogados. "Roedores respondem por cerca de 40% da diversidade de mamíferos no mundo e são elementos-chave dos ecossistemas, importantes para processos como manutenção dos solos e dispersão de sementes.", disse Aplin. Durante as análises, descobriu-se um rato de seis quilos - como um gato rechonchudo - que viveu há cerca de 1,5 mil anos atrás. Hoje, os maiores ratos pesam em torno de dois quilos e moram em florestas nas Filipinas e na Nova Guiné. A ilha do Timor (que reúne Timor-Leste e Timor-Oeste) tem poucos mamíferos nativos. Boa parte do país atualmente é árida, em contraste com as florestas tropicais do passado. Por outro lado, os cientistas creem que ainda há muito o que descobrir - algumas partes da ilha contam com florestas bastante densas.

(Fonte: Agência FAPESP)