Notícia

Saúde em Tela

Rastreamento genético do Plasmodium vivax pode impulsionar vacina e tratamentos contra malária

Publicado em 02 setembro 2021

A malária vivax, causada pelo parasito Plasmodium vivax, é a variedade mais comum da doença fora da África, sendo responsável por 80% dos casos no Brasil. Para ela, ainda não existe vacina. Quase dois terços dos casos envolvendo a espécie se concentram em países do Sul da Ásia e parte da África Oriental, mas, apesar disso, ainda há pouca pesquisa sobre a genética do parasito nessas regiões. Para preencher tal lacuna, um estudo analisou amostras recolhidas de viajantes infectados que retornaram ao Reino Unido vindos dessas áreas endêmicas. Os resultados permitiram rastrear a ancestralidade do parasito e identificar mutações associadas a uma resistência a medicamentos que vem sendo observada.

De acordo com o professor Cláudio Marinho, um dos coordenadores do estudo e chefe do Laboratório de Imunoparasitologia Experimental do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP, entender como a diversificação aconteceu e reconhecer as diferentes variedades dessa espécie de protozoário é fundamental para o desenvolvimento de vacinas e para a adequação do tratamento levando em conta as resistências que têm surgido a essas drogas.

Dados da pesquisa encontraram, por exemplo, indícios de que o P. vivax pode estar prestes a desenvolver resistência à artemisinina, fármaco mais potente contra a doença (normalmente utilizado para tratamento de infecções por P. falciparum), o que implica a necessidade da tomada de providências para evitar que as alternativas de tratamento existentes hoje se tornem ineficazes.

“Entender como a diversificação aconteceu e reconhecer as diferentes variedades dessa espécie de protozoário é fundamental para o desenvolvimento de vacinas e para a adequação do tratamento levando em conta as resistências que têm surgido a essas drogas.”

Malária na gestação

A pesquisa foi realizada em parceria com a London School of Hygiene & Tropical Medicine (LSHTM), na Inglaterra. O laboratório de Marinho estuda já há dez anos os efeitos da malária vivax em grávidas no Acre, também uma região endêmica, e colaborou para a pesquisa com amostras de sangue de grávidas infectadas.

Jamille Dombrowski, pós-doutoranda no laboratório, participou diretamente dos ensaios em Londres durante seu estágio de pesquisa no exterior com bolsa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), no doutorado. Ela explica que o P. vivax é especialmente perigoso devido a sua capacidade de viver em estágios dormentes no fígado, que provocam reincidência da doença e cujo combate exige primaquina, um fármaco que não pode ser usado durante a gestação pelo risco de causar hemólise (destruição de células do sangue) no feto. Tais casos demandam um acompanhamento especial com prescrição de cloroquina semanalmente até o fim da gravidez.

Compreender a diversidade genética do parasito em gestantes também é de extrema importância e um dos objetivos da equipe. Este outro trabalho está em fase de conclusão e também é fruto da colaboração entre a LSHTM e o ICB. Jamille afirma estar otimista com os resultados. “O melhor entendimento sobre a genética do P. vivax nessa população de gestantes é mais uma ferramenta para que possamos combater a doença e, assim, criarmos melhores estratégias para reduzir o impacto tanto na mãe como no bebê.”

Fonte: Jornal da USP

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Jornal Primeira Página Portal Exame Jovem Pan UOL Portal Terra Santa Notícias Pauta Brasil Garanhuns Notícias Jornal Tabloide online (Cotia, SP) FM Metropolitana Online Cotia 24 horas Biblioteca do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes Fucaa (Portugal) Revista Amazônia Bomba Bomba BSB Digital Diário de Indaiatuba Folha da Minha Sampa Giro Goiás ID Brasil Morato Hoje Blog O Correspondente TV Caparaó Wistan+ Coluna Supinando Jornal o Brasiliense Notícias Brasil Notícias da Sua Cidade Rádio Leme FM Rede Praia Grande Tribuna Paulista Fala Mato Grosso BVS MS - Biblioteca Virtual da Saúde do Ministério da Saúde Agora Região Diário do Pará online Belém online O Dia (SP) Biblioteca FMUSP Portal da Cidade (Registro, SP) Agência de Notícias – Defesa Jornal Primeira Página online Galileu online Saense Programa InfoSalud (Argentina) Gazeta da Semana Jornal Estação online FM Metropolitana Online Impacto Notícias Portal do Governo do Estado de São Paulo Região Noroeste Revista Pará Mustach Giro Notícias Goiás Benefícios News Jornal A Voz do Povo online (Uberlândia, MG) Informativo Plácido Diário em Foco Agora ES online Antenados Mix Vale Rede Interativa Oeste 360 Ele1 Informativo Astral Penha News CVN Notícias Oeste Ao Vivo TV Interbam O Repórter Regional online Conexão Na Cidade Radar MT Revista Saúde Coletiva online Meio Norte online (Piauí) Portal da Enfermagem Notícias de Campinas Quimiweb Saense LabNetwork Brasil Amazônia Agora FOCEP Brasil