Notícia

GVces - Centro de Estudos em Sustentabilidade

R$ 120 milhões para inovação em instituições

Publicado em 11 dezembro 2007

Pesquisa FAPESP — A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) formalizou na sexta-feira (7/12) o apoio a 112 projetos inovadores em instituições de ensino e pesquisa.  O volume total de recursos é de R$ 120 milhões, dos quais R$ 30 milhões irão para a implantação de infra-estrutura de pesquisa em 36 universidades federais.

Segundo a Finep, os outros R$ 90 milhões serão destinados a estudos em diversas áreas do conhecimento, com destaque para 19 projetos de pesquisa genômica e proteômica, que juntos receberão R$ 17,6 milhões.  A área de TV digital também está entre as contempladas, com três projetos que somam R$ 3,3 milhões.  Os recursos, não-reembolsáveis, são oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

 "Esse pacote de investimentos é mais uma etapa do esforço da empresa para executar um orçamento já recorde em 2007", destacou Luis Fernandes, presidente da Finep.

A instituição realizou o comprometimento integral dos recursos previstos para este ano e solicitou à área econômica do governo a liberação de recursos complementares.  Com isso, deverá ser atingida a marca de R$ 2 bilhões executados.  Para 2008, o orçamento estimado é de pelo menos R$ 2,8 bilhões, o maior na história da entidade.

Também estão contemplados pelo pacote da Finep setores como logística de transportes, aeronáutica, energias alternativas, construção naval e aquaviário.

Segundo Sergio Rezende, ministro da Ciência e Tecnologia, em 2007 foram realizados importantes testes para avaliar a eficiência de diferentes mecanismos de apoio, experiência que será importante para a execução do Plano de Ação de Ciência e Tecnologia, lançado no mês passado pelo governo federal.

Até 2010, serão investidos R$ 41 bilhões no setor, com recursos vindos de diversos ministérios e fundos de financiamento.  "Queremos que esse programa se consolide como uma política de Estado e ganhe credibilidade perante a população pelos resultados reais obtidos", afirmou.