Notícia

GVces - Centro de Estudos em Sustentabilidade

R$ 1 bilhão para apoio à inovação

Publicado em 29 junho 2007

Agência FAPESP


A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) anunciou que pretende alavancar cerca de R$ 1 bilhão para o apoio a fundos de inovação, dos tipo private equity, venture capital e capital semente.

O processo de seleção atraiu 20 propostas de fundos, que juntos poderão beneficiar mais de 200 empresas.  A demanda por capital ultrapassou os R$ 2,5 bilhões.

Segundo Patrícia Freitas, chefe da unidade de investimentos da Finep, os números refletem o aquecimento do mercado.  "Os fundos apresentam propostas cada vez mais estruturadas, com foco em empresas que possuam potencial para crescer, internacionalizar os negócios e abrir capital na Bovespa.  Outro ponto positivo é a chegada de novos gestores.  No atual processo de seleção, são 11 os grupos estreantes, renovação que representa mais da metade dos inscritos", disse.

A decisão sobre quais fundos receberão investimentos será efetuada em reunião que termina nesta sexta-feira (29/6), na sede da instituição, no Rio de Janeiro, em que os gestores de recursos fazem apresentações a uma banca de avaliação formada por especialistas do setor.  O objetivo é aprovar dez novos fundos.

Segundo a Finep, os recursos serão aplicados por meio da Incubadora de Fundos Inovar, estrutura criada para estimular a criação de fundos de venture capital no Brasil.  O programa conta atualmente com R$ 600 milhões comprometidos em 13 fundos, que já investiram em cerca de 50 empresas inovadoras.

Uma novidade é a adesão da Fundação de Assistência e Previdência Social (Fapes) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  O fundo de pensão se torna parceira da Incubadora Inovar no momento em que anuncia o desejo de dobrar o volume de recursos investidos em private equity e venture capital.  Segundo a Fapes, a carteira de aplicações no setor pode chegar a R$ 200 milhões este ano.

Para selecionar os fundos que receberão aportes, a Finep lançou simultaneamente, em abril, a 2ª Chamada Pública do Programa Inovar Semente e a 8ª Chamada de Fundos Inovar Venture Capital.  No Programa Inovar Semente, dos cinco candidatos inscritos, quatro passaram pela pré-qualificação e participam da banca.  O tamanho médio dos fundos é de R$ 14,4 milhões e cada um deve beneficiar 16 empresas.

Em seis anos, o Inovar Semente deverá aplicar R$ 300 milhões em cerca de 24 fundos de capital semente.  A modalidade é focada em apoiar empreendimentos em estágio pré-operacional, muitas vezes ainda dentro de incubadoras e universidades.  Serão beneficiadas cerca de 450 empresas inovadoras, com aportes que variam entre R$ 500 mil e R$ 1 milhão.  A previsão é que a Finep, ao longo do programa, invista em cinco novos fundos por ano, com montantes entre R$ 4 milhões e R$ 4,8 milhões.

Como resultado da primeira chamada pública do Inovar Semente, realizada em outubro do ano passado, a Finep conta atualmente com três propostas de fundos de capital semente em fase final de aprovação.  Juntos, deverão investir cerca de R$ 30 milhões em 40 empresas.

A Chamada de Fundos Inovar, que tradicionalmente apóia apenas gestores de venture capital, pela primeira vez selecionará também fundos de private equity.  A modalidade de investimento é voltada para empresas de médio porte que ainda não estão prontas para abrir capital na bolsa de valores.  Das cinco propostas de private equity inscritas, quatro passaram pela pré-qualificação.  Os fundos, de em média R$ 315 milhões, devem investir em sete empresas cada.

Em relação aos fundos de venture capital, dez se inscreveram e todos foram pré-qualificados.  Os fundos têm em média R$ 90 milhões e a estimativa é que oito empresas sejam apoiadas por cada um.

Mais informações: www.finep.gov.br