Notícia

Mulheres na Ciência

Quem conhece as Serpentes da Caatinga??

Publicado em 09 janeiro 2019

O auditório do Museu Biológico do Instituto Butantan (São Paulo, SP, Brasil), foi palco do lançamento do livro “Serpentes da Caatinga. Guia Ilustrado” de autoria dos pesquisadores Otavio Marques, André Eterovic, Thaís Guedes e Ivan Sazima, publicado pela editora Ponto A e financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Sessão de autógrafos com os autores após o lançamento do livro “Serpentes da Caatinga. Guia Ilustrado” no Instituto Butantan (Foto: Camila Marques)

Este livro reúne a informação mais atualizada e completa sobre o conhecimento das serpentes do bioma Caatinga, ambiente árido localizado no nordeste brasileiro. A lista das espécies que ocorrem no bioma foi elevada de 50 para 114 e também é fornecida a primeira lista de espécies de serpentes endêmicas, ou seja, que são exclusivas da Caatinga e não ocorrem em nenhum outro lugar do mundo.

Embora tenha uma acurácia científica bastante extensa, o livro apresenta as serpentes da Caatinga de forma bastante intuitiva, fazendo com que esta obra seja indicada para todos os simpatizantes da natureza, em qualquer nível de formação (incluindo as crianças).

Capa do livro “Serpentes da Caatinga. Guia Ilustrado”.

São 152 fotografias coloridas de alta qualidade representando diversas variações no padrão de coloração das espécies da Caatinga. Por meio de ícones, são fornecidas informações sobre a morfologia (tamanho, massa e dentição), o uso de habitat (horário de atividade e substrato), os hábitos alimentares (principais itens), o modo reprodutivo (ovípara ou vivípara), as táticas defensivas e se a mesma oferece risco de envenenamento grave ao ser humano. As espécies de serpentes estão agrupadas por coloração, a fim de facilitar o seu encontro pelo leitor (ideal como guia de campo). Antes das pranchas de identificação, há também um texto introdutório sobre a Caatinga e sobre serpentes, que caracteriza e sumariza os principais aspectos de história natural desses animais (também ilustrados nas pranchas). O guia ainda inclui textos sobre outros vertebrados serpentiformes e sobre outros répteis que podem ser encontrados na Caatinga. Ao final do guia, há comentários taxonômicos sobre algumas das espécies. Por fim, há uma lista de todas as serpentes registradas para a Caatinga até o momento, e quais delas são endêmicas, complementada por informações sobre a fisionomia vegetal utilizada por cada espécie.

O livro “Serpentes da Caatinga. Guia Ilustrado” por dentro. Todas as informações sobre história natural das espécies estão disponibilizadas por meio de ícones. Por exemplo: A cobra-verde é diurna, põe ovos, é terrestre e se alimenta de pequenos sapinhos.

O pequeno Raul todo interessado em aprender sobre as Serpentes da Caatinga juntamente com o seu pai biólogo, Lúcio Rodrigues (foto gentilmente cedida por Lúcio Rodrigues a Thaís Guedes).

A base do livro veio de um levantamento bastante refinado de dados em museus de história natural e coleções científicas pelo país, que durou cerca de três anos e foi feito durante o doutorado da Thaís Guedes, no Instituto Butantan. Thaís passou a infância em Sousa, cidade da Caatinga paraibana onde se apaixonou pelas serpentes ainda criança. Seu sonho era estudar as serpentes da sua região e torná-las conhecidas com o objetivo de protegê-las, afinal “só se preserva o que se conhece”. Dados do seu doutorado têm auxiliado políticas públicas de conservação da fauna de répteis, por exemplo, na elaboração da lista vermelha da fauna ameaçada de extinção do país. Contudo, foi a publicação da sua tese em forma de livro que deixou esse conhecimento acessível ao público em geral, para que eles também atuem como agentes conservadores da biodiversidade do bioma Caatinga.

Eu (Thaís Guedes) em uma coleta noturna manuseando um filhote de cobra-preta (Pseudoboa nigra), uma espécie não-peçonhenta.

Eu (Thaís Guedes) examinando serpentes sob a lupa em laboratório.

O livro “Serpentes da Caatinga. Guia Ilustrado” acaba de receber o primeiro lugar no Prêmio Butantan Cultural 2018 na categoria elaboração, desenvolvimento e publicação de materiais educativos e de divulgação científica.

Conheça mais sobre o livro no vídeo https://youtu.be/2QqgWI9S3X0

O livro está à venda no site da Editora Ponto A, no valor de R$ 65,00, com entrega para todo o país. Site: https://www.ponto-a.com/product-page/serpentes-da-caatinga-guia-ilustrado