Notícia

FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas

Queda de meteorito no Brasil teria provocado a maior extinção

Publicado em 10 outubro 2013

10/10/2013 – Há cerca de 250 milhões de anos, a queda de um meteorito na região que hoje corresponde às cidades de Araguainha e Ponte Branca, no sudoeste do Mato Grosso, teria causado a maior extinção de espécies do planeta. O geólogo Ricardo Trindade, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP) conversa sobre os efeitos desta colisão.

O pesquisador é um dos autores do estudo publicado recentemente por pesquisadores da Austrália, Reino Unido e Brasil na revista científica Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology. “O que a gente vê hoje no registro geológico é o efeito da queda do meteorito, que evaporou completamente. A gente só vê o estrago que ele causou”, explica o especialista.

Também nesta edição, a pesquisadora Laura Mascaro, do Instituto Norberto Bobbio fala sobre a inauguração do Centro de Estudos Hannah Arendt, sobre a obra da filósofa alemã que dedicou a vida ao pensamento político do século XX.

Além disso, o programa conta com a participação de Patrícia Morellato, do Laboratório de Fenologia do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro, que fala do projeto inovador de fenologia remota em áreas tropicais, a e-fenologia.

Confira esse conteúdo e muito mais na edição do programa Pesquisa Brasil uma parceria entre a Revista Pesquisa Fapesp e Rádio USP.

Ouça o programa completo, clique aqui.

Fonte: Revista Pesquisa Fapesp