Notícia

Folha de S. Paulo

Público deve seguir governo, diz empresa

Publicado em 19 janeiro 2003

A Philip Morris brasileira diz em nota enviada à Folha que considera "não ser construtivo insistir em eventos que ocorreram há vários anos", principalmente por se tratar de documentos que não foram escritos no Brasil. "É mais produtivo pensar hoje sobre o que pode e deve ser feito para encaminhar as preocupações legítimas da sociedade sobre o tabaco", afirma. A empresa diz apoiar "uma regulamentação governamental consciente". Sobre a exposição à fumaça do cigarro, a Philip Morris afirma que "as autoridades de saúde pública [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.