Notícia

Jornal Primeira Página

Protetor facial é criado no IAU

Publicado em 05 maio 2020

Por Da redação

O Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU) da USP, em São Carlos, desenvolveu um modelo de suporte para protetor facial, seguindo as diretrizes da Anvisa, para ser produzido com impressoras 3D comuns, e utilizado por profissionais da saúde no combate ao COVID- 19. Diante de uma série de modelos existentes e bem conhecidos da comunidade maker internacional, o processo de design considerou necessidades logísticas e materiais locais, sendo robusto, flexível, seguindo padrões de ergonomia e utilizando características apreciadas em outros modelos pelos profissionais da saúde consultados, que utilizasse menos insumo e reduzisse o tempo de impressão.

O resultado é um projeto com configurações parametrizadas, que podem ser ajustadas às dimensões da cabeça do usuário e outros condicionamentos de conforto e ergonomia, em que o modelo final pode ser impresso em qualquer impressora 3D, consumindo apenas 19 gramas de material, em aproximadamente 50 minutos, otimizando o esforço mecânico da mesma, diminuindo o custo de produção e sem a necessidade de acabamento posterior nas peças.

O modelo foi desenvolvido pelo pesquisador Rodrigo Scheeren, do programa de pós-graduação do Instituto, dentro das atividades de pesquisa do seu doutorado financiado pela FAPESP, intitulado “Laboratórios de fabricação digital na América do Sul: estratégias, processos e artefatos para arquitetura e design”. A proposta torna viável a dinâmica de produção rápida e distribuída, além de viabilizar a customização das peças como modo de justificar o uso da impressão 3D. Assim como outros modelos desenvolvidos pela comunidade e que contribuíram como referências para o projeto (Prusa, 3DVerkstan, Design em Ação, entre outros), está acessível para download e uso sob a licença Creative Commons 4.0 [CC BY-NC 4.0 licença] nesta página.

O modelo foi testado e validado por uma equipe de profissionais do Hospital Universitário da UFSCar. Estas máscaras estão sendo doadas aos profissionais de saúde e colaboradores de instituições públicas da cidade de São Carlos e região. Participam e colaboram com essa iniciativa a pesquisadora do programa de pós-graduação Heliara Costa, os professores Márcio Minto Fabrício, David M. Sperling, Miguel A. Buzzar e a graduanda em medicina da UFSCar Roseane Rigo, e Gabriela Camelo.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Nossa São Carlos USP São Carlos Investe São Paulo