Notícia

Correio do Tocantins (Pará) online

Proposta de Frota ao MEC é considerada atentado

Publicado em 27 maio 2016

A polêmica visita do ator Alexandre Frota e de alguns membros do grupo Revoltados Online ao ministro da Educação, Mendonça Filho, ocorrida nesta quarta-feira (25), foi considerada um atentado à liberdade de cátreda. Essa é a opinião de alguns especialistas no assunto.

Na ocasião, Frota levou ao ministro a proposta de uma escola sem partido, resultando em uma enxurrada de críticas ao ex-astro pornô.

O jornal O Estado de São Paulo ouviu especialistas em educação que apontam a pauta como uma distorção do papel do educador de oferecer o melhor do conhecimento disponível, com suas contradições, aos alunos.

Na matéria, o físico José Goldemberg, que é presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo e ex-reitor da Universidade de São Paulo, avalia que o posicionamento de Alexandre Frota é retrógrado.

"O que a gente chama de política é algo que Platão fazia há 2.500 anos. É claro que temos de evitar que um professor dissemine política partidária, mas não puni-lo.", disse o professor.

(Fonte:DOL)