Notícia

Cruzeiro do Sul

Propaganda estimula consumo de álcool

Publicado em 15 fevereiro 2013

As pesquisadoras Roberta Faria, Alan Vendrame, Rebeca Silva e Ilana Pinsky, do Departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica da Universidade Federal de São Paulo, analisaram a associação entre propaganda de álcool e consumo de cerveja por adolescentes.

Foram entrevistados 1.115 estudantes de sétima e oitava séries de três escolas públicas de São Bernardo do Campo (SP).

As variáveis independentes foram: atenção prestada às propagandas de álcool, crença na veracidade das propagandas, resposta afetiva às propagandas, uso prévio de cigarro, entre outras. A variável dependente foi consumo de cerveja nos últimos 30 dias. Idade, importância dada à religião e ter banheiro em casa foram utilizadas como controle.

O consumo de cerveja nos últimos 30 dias esteve associado ao uso de cigarro, ter uma marca preferida de bebida alcoólica, não ser monitorado pelos pais, achar que as festas que frequentam parecem-se com as de comerciais, prestar muita atenção aos comerciais e acreditar que os comerciais falam a verdade. Essa associação manteve-se mesmo na presença de outras variáveis associadas ao seu consumo.

A conclusão do artigo "Propaganda de álcool e associação ao consumo de cerveja por adolescentes" foi: as propagandas de bebidas alcoólicas associam-se positivamente ao consumo recente de cerveja por remeterem os adolescentes à própria realidade ou por fazê-los acreditar em sua veracidade. Limitar a veiculação de propagandas de bebidas alcoólicas pode ser um dos caminhos para a prevenção do uso e abuso de álcool por adolescentes, concluiram.

(Fapesp)