Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Prometendo diálogo, Rodas assume como reitor da USP

Publicado em 26 janeiro 2010

No dia em que a capital paulista completou 456 anos, o novo reitor da Universidade de São Paulo (USP), João Grandino Rodas, tomou posse durante sessão solene do Conselho Universitário. O evento aconteceu na tarde de segunda-feira (25) na Sala São Paulo, região da Luz, e também marcou as comemorações dos 76 anos de existência da USP.

Pregando o diálogo em seu discurso de posse, Rodas substitui a professora Suely Vilela, que assumiu a reitoria em 2005. "Ao ser escolhido para o cargo máximo da Universidade perguntei por que e para quê. Sempre desejei ser professor e nunca pensei ser diretor da Faculdade de Direito da USP e nem reitor, por isso a pergunta que fiz. E a resposta que vislumbrei foi servir e não ser servido. Hoje, o reitor é, na minha concepção, o primeiro entre iguais e deve se colocar como um fiador do diálogo na Universidade", afirmou.

Participaram da posse o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab; o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes; o secretário de Ensino Superior do Estado de São Paulo, Carlos Vogt, que representou o governador José Serra e o diretor científico da Fapesp, professor Carlos Henrique de Brito Cruz. Os reitores das outras duas universidades públicas paulistas, Fernando Ferreira Costa, da Unicamp, e Herman Jacobus Cornelis Voorwald, da Unesp, também estiveram presentes.

O secretário de Ensino Superior do Estado Carlos Vogt cumprimentou o novo reitor em nome do governador José Serra e ressaltou sua carreira dedicada ao ensino e à pesquisa. "Jurista de destaque", disse Vogt, "Rodas teve, na condução da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, um papel que desde logo mostrou a sua capacitação para o grande desafio de conduzir a Universidade de São Paulo".

Mencionando a presença dos reitores da Unicamp e da Unesp, Vogt destacou que a "união fraterna" entre os representantes das três instituições "é fundamental para o andamento qualificado e objetivo das nossas universidades públicas paulistas". Fernando Ferreira Costa, reitor da Unicamp, felicitou Rodas e afirmou que, juntas, "USP, Unicamp e Unesp são responsáveis por mais de 50% de toda a investigação científica do país". Costa também lembrou o papel do Cruesp, o Conselho de Reitores das universidades paulistas, "na qualidade de discutir os problemas e fortalecer o desenvolvimento conjunto das instituições".

Cerimônia

Iniciada com a apresentação da Orquestra Sinfônica da USP (Osusp), regida pela maestrina Ligia Amadio, a cerimônia de posse contou com um ato ecumênico em que participaram lideres do candomblé (ialorixá Wanda de Oxum), do islamismo (sheik Armando Hussein Saleh), do budismo (Saikawa Dosho), do judaísmo (rabino Michel Schlesinger), da Igreja Presbiteriana (reverendo Ademir Aguiar) e da Igreja Católica (Dom Antônio Maria Mucciolo, arcebispo emérito da arquidiocese de Botucatu, e Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo).

Após o ato ecumênico, o vice-reitor em exercício, Franco Maria Lajolo, a secretária geral da USP, Maria Fidela Navarro, e o professor João Grandino Rodas subiram ao palco para o início da transmissão do cargo. Após a transmissão, feita pela professora Suely Vilela, João Grandino Rodas foi oficialmente considerado reitor da USP. Para saudar o novo reitor, o professor Nei Fernandes de Oliveira Junior, diretor da Escola de Engenharia de Lorena (EEL), discursou em nome do Conselho Universitário da USP. A Orquestra Sinfônica da USP, seguida da banda Meninos do Morumbi, encerrou o evento.