Notícia

Jornal Cidade (Rio Claro, SP) online

Projeto estuda clima e plantas em regiões tropicais

Publicado em 31 agosto 2013

Um dos ramos mais antigos das ciências naturais, a fenologia consiste no estudo dos eventos cíclicos de plantas e animais e sua relação com o clima.

"É um trabalho artesanal que começa com a marcação de árvores no campo e depois todos os meses a observação do aparecimento de folhas, botões, flores e frutos", diz a professora Patrícia Morellato, coordenadora do Laboratório de Fenologia do Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro, para a Revista Pesquisa Fapesp.

Na fenologia tradicional, os dados coletados são relacionados com a dispersão de sementes por animais frugívoros ou insetos polinizadores que usam recursos florais. Para ir mais além e analisar a influência do clima nas plantas, é preciso um estudo sistemático de campo que leva, em média, de três a cinco anos.

Além de uma câmera digital instalada no topo de uma torre a 18 metros do solo em área de cerrado em Itirapina, no interior de São Paulo, softwares e outras ferramentas foram desenvolvidos para a observação remota e a análise das informações coletadas.

A partir de agosto cinco câmeras serão instaladas em diferentes vegetações, como campo, cerrado, caatinga, floresta semidecidual e mata atlântica.

 

Esta é uma reprodução da notícia publicada na edição impressa do Jornal Cidade