Notícia

Notícias Botucatu

Projeto da Unesp de Botucatu avaliará as consequências da diabetes na gravidez

Publicado em 19 novembro 2017

da Assessoria da Unesp

No dia 10 de novembro, na Sala da Congregação da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), aconteceu o lançamento do projeto Diamater, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e liderado pela professora emérita Marilza Vieira Cunha Rudge (FMB) em parceria com pesquisadores colaboradores nacionais e internacionais. A Sala recebeu professores, pesquisadores colaboradores e participantes do grupo de pesquisa “Diabete e Gravidez Clínico-Experimental”. O trabalho tem o intuito de pesquisar a relação e as consequências da diabetes e a gravidez clínico-experimental.

O evento teve início às 11 horas com a finalidade de apresentar o projeto temático e o seu diferencial. Fizeram a composição da mesa de abertura o pró-reitor de pesquisa da Unesp e membro da pesquisa, professor Carlos Frederico de Oliveira Graeff, a coordenadora do trabalho, professora Marilza V. C. Rudge, a vice-diretora da FMB, professora Maria Cristina Pereira Lima (Kika), e a representante do superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HCFMB), professora Paula Shmidt de Azevedo Gaiolla.

Estiveram presentes também o diretor do Instituto de Biociências de Botucatu (IBB), professor César Martins, a diretora da Faculdade de Ciências e Letras de Assis, professora Andréa Lúcia Dorini, o diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, o professor Marcelo Tavella Navega e as pesquisadoras principais do trabalho: professoras Angélica MP Barbosa (FFC – Marília), Iracema MP Calderon (FMB) e Fátima Pereira de Souza (IBILCE – São José do Rio Preto).

O trabalho é composto por quatro mulheres pesquisadoras principais, 28 pesquisadores associados e seis participantes da equipe técnica. A pesquisa é desenvolvida desde a década de 1980, iniciado por meio da tese de livre-docência da professora Marilza.

Após a apresentação, os integrantes da reunião realizaram uma visita à unidades parceiras do projeto na FMB: a Unidade de Pesquisa Experimental (Unipex) e a Unidade de Pesquisa Clínica (Upeclin) .

Além dos parceiros nacionais, o projeto Diamater conta com pesquisadores colaboradores internacionais da Case Western Reserve University – Cleveland – OH – EUA, Maastrich University – Holanda, PUC – Chile e da Charitè – Berlim.