Notícia

UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista

Projeto da Fapesp tem a participação de professor da Unoeste

Publicado em 31 outubro 2011

O docente dos cursos de mestrado e graduação em Agronomia, Filosofia e Ciências Biológicas da Unoeste, Gustavo Maia Souza, participa do projeto temático da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) intitulado "Sistêmica, auto-organização e informação". Vinculado à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o estudo possui orçamento no valor de R$ 774.500,00.

O docente, que também integra o Grupo Auto-organização do Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência da Unicamp (CLE/Unicamp) desde 1997, explica que os projetos temáticos da Fapesp são de maior envergadura financeira e com maior número de instituições envolvidas. "Sob a coordenação da pesquisadora doutora Itala Maria Loffredo D´Ottaviano, este trabalho tem a duração de cinco anos, com início previsto para 2012 e término em 2016. Participarei desenvolvendo estudos na área de auto-organização em sistemas biológicos, cognição e inteligência em plantas", disse.

O professor fala que o projeto visa explorar o conceito de auto-organização, suas implicações e aplicações em diversas áreas do conhecimento humano, numa perspectiva filosófica sistêmica. "Esta perspectiva sistêmica propõe uma visão mais holística e integradora do mundo. Estes processos de auto-organização são fundamentais para manutenção do mundo como o conhecemos, desde a origem da vida, até a elaboração de nossas sociedades".

Ele acrescenta que trabalhos com estas abordagens podem ser desenvolvidos por pesquisadores de Filosofia, Biologia, Matemática, Computação, Educação Física, Música, Engenharias, Medicina, entre outros. "Participar como pesquisador associado demonstra que a Unoeste está inserida em importantes pesquisas de caráter nacional em vários segmentos do conhecimento humano e, além disso, permite o seu reconhecimento no cenário científico mais avançado do nosso país", ressalta.

Para Gustavo Cunha Bezerra, coordenador do curso de Filosofia, é de grande valia que a graduação possua em seu corpo docente pessoas ativas na área da pesquisa. "É uma grande satisfação saber que o professor Gustavo Maia integra este projeto temático da Fapesp, pois demonstra a qualidade e competência do seu trabalho", finaliza.

Notícia disponibilizada pela Assessoria de Imprensa da Unoeste