Notícia

JusBrasil

Programa GoAmazon sobrevoa Manaus para medir poluição

Publicado em 09 março 2014

Manaus - Um dos principais componentes da campanha científica internacional do Programa GoAmazon, o Iara (da sigla em inglês Intensive Airborne Experiment in Amazonia), projetos vinculados ao Programa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) em parceria com a a Fapesp e o DOE, está sendo realizado em Manaus desde o final de fevereiro. O experimento prevê sobrevoos para medidas da química da atmosfera e parâmetros meteorológicos da capital amazonense e municípios da região metropolitana.

Segundo a pesquisadora Karla Longo, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o GoAmazon pretende compreender com maior detalhamento os impactos que a poluição atmosférica de Manaus provoca na Amazônia e suas possíveis influências no clima regional e global.

Diversos equipamentos foram instalados em três locais diferentes, em um raio de 150 quilômetros, a partir de Manaus, enquanto o Iara irá realizar medidas aéreas, fazendo uso do avião Gulfstream 1 (G 1), do Departamento de Energia (DOE), dos Estados Unidos.

A pesquisadora explicou que os equipamentos a bordo da aeronave farão medidas da pluma de poluição de Manaus, boa parte dela de origem veicular, que se desloca de nordeste para sudoeste, isto é, de Manaus para o município vizinho, Manacapuru.

Os sobrevoos são realizados no período da manhã por cerca de três horas e cortam transversalmente a pluma de poluição. As medidas serão utilizadas para caracterizar a pluma da poluição de Manaus e sua evolução durante a propagação sobre a atmosfera da floresta, o que permitirá avaliar ainda os impactos nas propriedades das nuvens.

A aeronave fará 75 horas de voos nesta primeira fase da campanha, que irá se estender até o final de março. Os equipamentos a bordo do G-1 irão medir as propriedades de aerossóis e gases atmosféricos, fundamentais para a compreensão da química da atmosfera e das mudanças climáticas, em que se destaca a interferência das atividades humanas no sistema tropical amazônico, tema ainda pouco estudado com esta abrangência, segundo a pesquisadora.

A partir da composição deste grande banco de dados, o GoAmazon pretende compreender com maior precisão como os aerossóis orgânicos e aqueles gerados a partir da poluição urbana, associados aos fluxos de superfície, influenciam os ciclos de vida de nuvens e as chuvas intensas e localizadas e menos intensas e de maior extensão, características da região amazônica.

“Os cientistas já sabem que os aerossóis têm papel central nos processos de nucleação de nuvense na precipitação, mas a partir da campanha pretende-se compreender com maior profundidade os processos e implicações dos aerossóis na atmosfera amazônica”, disse.

A expectativa é de que a melhor representação destes processos químicos e físicos na atmosfera possam trazer avanços à modelagem do clima regional e de cenários globais de mudanças climáticas.

Fonte: Redação - http://www.d24am.com/amazonia/meio-ambiente/programa-goamazon-sobrevoa-manaus-para-medir-poluicao/10...