Notícia

Seesp - Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo

Programa de Pesquisa para o SUS tem nova chamada de propostas

Publicado em 31 julho 2020

A FAPESP divulgou orientações para pesquisadores do Estado de São Paulo interessados em submeter propostas em nova chamada do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS).

Lançada em conjunto com o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a chamada tem como objetivo apoiar atividades de pesquisa mediante o aporte de recursos financeiros a projetos que promovam o desenvolvimento científico, tecnológico ou de inovação da área de saúde visando ao fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado de São Paulo, no contexto da pandemia de COVID-19.

Os projetos selecionados serão apoiados por meio da modalidade de apoio Auxílio à Pesquisa – Regular.

O PPSUS envolve parcerias em âmbito federal e estadual. No nível federal, participam o Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos (Decit/SCTIE/MS), que é o coordenador nacional do programa, e o CNPq, que é a instituição responsável pelo gerenciamento técnico-administrativo do PPSUS em nível nacional. Na esfera estadual, estão envolvidas as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) e as Secretarias Estaduais de Saúde (SES).

A nova chamada foi concebida para apoiar a realização de projetos de pesquisa em três grandes eixos estratégicos para a SES-SP, que contemplam linhas prioritárias para o enfrentamento da pandemia de COVID-19 e o fortalecimento do SUS no Estado de São Paulo.

• Eixo 1 - Redução da morbimortalidade pela COVID-19 no Estado de São Paulo

• Eixo 2 – Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde no contexto da COVID-19

• Eixo 3 – Tecnologia e inovação no SUS no contexto da pandemia de COVID-19

As propostas aprovadas serão financiadas, conforme estabelecido no terceiro termo aditivo ao convênio firmado entre a FAPESP e o CNPq, com recursos de capital e de custeio, na proporção de 75% e 25%, respectivamente, no valor global estimado de R$ 1.022.501,43.

Os projetos, com até 24 meses de duração, terão o valor máximo de R$ 200 mil.

As propostas devem ser submetidas à FAPESP e ao Ministério da Saúde até 10 de setembro de 2020.

A chamada de propostas está publicada em: www.fapesp.br/14383.

Agência Fapesp