Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Programa Ciência e Arte nas Férias começa oitava edição nesta sexta-feira

Publicado em 06 janeiro 2010

Cento e vinte alunos de escolas públicas selecionados de 66 instituições de ensino da região de Campinas chegarão à Unicamp nesta sexta-feira (8) para realizar um estágio de férias pelo período de um mês no Programa Ciência e Arte nas Férias. A abertura do evento acontece às 8h30 no Centro de Convenções da Universidade, com a presença de autoridades e idealizadores dos projetos nos quais os alunos ficarão inseridos. O programa trata-se de uma iniciativa pioneira da Universidade da forma como foi concebida pela Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) em que estes alunos podem vivenciar na prática o que ouvem falar sobre esta instituição, considerada uma das três melhores universidades públicas do país. Nas atividades de pesquisa, os estudantes se envolvem com os desafios atuais da ciência e da arte, com a metodologia do trabalho científico e a criação artística, além do ambiente humano presente nos laboratórios.

A primeira palestra dos contemplados será às 9h30, proferida pelo professor Rogério Custódio, do Instituto de Química (IQ). Nela o professor abordará o que faz um cientista, a fim de fornecer ao aluno uma visão mais exata sobre a carreira científica. Às 11 horas, está prevista uma apresentação musical, intitulada "Música brasileira: criatividade, tecnologia e gesto", pelo professor José Eduardo Fornari, ligado ao Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (Nics).

À tarde, às 14 horas, o Ciência e Arte prossegue com duas oficinas: A Máscara Teatral, a ser ministrada pela professora Heloisa Cardoso Villaboim de Carvalho, do Instituto de Artes (IA), e a Oficina Desafio, sob responsabilidade do professor Marcelo Firer, diretor do Museu Exploratório de Ciências da Unicamp. A programação completa e as demais atividades podem ser consultadas no site do evento.

Já em sua oitava edição, o Ciência e Arte nas Férias soma centenas de experiências bem-sucedidas com alunos do ensino médio, antecipando para os participantes alguns conceitos e conteúdos que em geral são repassados durante a graduação. Tem sido enfatizado pela organização do evento que esta é uma tentativa de atrair para a Unicamp os melhores alunos das escolas públicas. Aqui eles são recebidos pelos professores e pós-graduandos de diversas unidades de ensino e pesquisa bem como por membros da comunidade universitária.

Neste ano, as escolas indicaram 342 alunos interessados no estágio e a procura tem sido crescente. É uma oportunidade deles ficarem frente a frente com a possibilidade de atuar em um dos 61 projetos planejados, sendo 51 projetos de pesquisa e dez desenhados para serem trabalhados às quartas-feiras durante as atividades em grupo, quando acontecem as oficinas de artes e se reúnem todos os selecionados. Foram 29 projetos enviados pelas áreas de Biomédicas e Biológicas, 16 da área de Tecnológicas, 12 da área de Humanas e Artes, e 4 da área de Exatas. Muitos dos projetos começam a ser discutidos assim que encerra uma edição do evento. Ao final, os alunos têm como incumbência, e são orientados para isso, produzir um vídeo com as atividades que desempenharam ao longo do estágio.

Os projetos são desenvolvidos graças a alguns apoios financeiros. Neste ano, são os principais apoiadores o Faepex, a Comissão de Planejamento Estratégico (Copei) da Unicamp, a Fapesp, o CNPq (mediante convênio com o PIC Jr.), o Banco Santander e a Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest). O Cursinho Pré-Vestibular Anglo Campinas tem oferecido bolsas de estudo aos participantes do programa, há alguns anos, e a Funcamp tem feito a doação dos livros indicados pela organização da Comvest. O Ciência e Arte se encerra no dia 5 de fevereiro.