Notícia

Unesp

Professores da Unesp são empossados na Academia Brasileira de Ciências

Publicado em 09 maio 2012

A Academia Brasileira de Ciências (ABC) empossou seus novos Membros Titulares e Correspondentes na terça (8), na Academia Naval, a mais antiga instituição de nível superior no Brasil, no Rio de Janeiro. Três deles são da Unesp: Fausto Foresti, na área de Ciências Biológicas, Nathan Jacob Berkovits, de Ciências Físicas, e Vanderlan da Silva Bolzani, de Ciências Químicas.

A cerimônia foi prestigiada, entre outras autoridades, pelo vice-reitor no exercício da reitoria da Unesp, Julio Cezar Durigan, que lembrou que a Universidade tem agora nove integrantes na importante instituição científica. 

Eleição

O processo de seleção dos novos membros começou em setembro, com a indicação de candidatos, que pode ser feita apenas por Membros Titulares da ABC, por meio do sistema eletrônico de votação ou por carta. Todos os indicados são avaliados por seus pares, ou seja, os Membros Titulares da seção a que pertence o candidato.

No mês de outubro, a tabela com as notas recebidas por cada candidato foi encaminhada para a Comissão de Seleção, que se reúne na sede da ABC para decidir quantas vagas serão abertas para cada seção e para preparar a cédula de votação. Os indicados que passam por essa primeira fase têm seus nomes inscritos nas cédulas de votação, onde também está citado o número e vagas para cada seção.

Essa cédula é encaminhada a todos o Titulares da ABC, que escolhem os novos membros entre os candidatos listados.

Os novos membros

Foresti atua como professor do Instituto de Biociências, Câmpus de Botucatu,nas disciplinas de Biologia Celular e de Genética de Peixes nos cursos de graduação e programas de pós-graduação. Atualmente é vice-coordenador do curso de pós-graduação em Ciências Biológicas, área de Zoologia e membro do conselho do Curso de Pós-Graduação em Genética; também é editor associado da revista Molecular Biology and Genetics e consultor científico da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e outras instituições.

O norte-americano Berkovits é docente do Instituto de Física Teórica, Câmpus de São Paulo. Em 2009, ele ganhou o Prêmio TWAS (sigal em inglês para Acadêmia de Ciência para o Desenvolvimento Mundial) de Física. Ele possui graduação e mestrado em Física pela Universidade de Harvard, doutorado na área da Teoria de Supercordas pela Universidade da Califórnia. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Teoria de Supercordas, atuando principalmente nos seguintes temas: supercordas, supergravidade e supersimetria

A professora Vanderlan, do Instituto de Química (IQ), Câmpus de Araraquara, atua também como vice-diretora executiva da Agência Unesp de Inovação (Auin). Ela é membro do Conselho Deliberativo do CNPq, e do Conselho Consultivo da Sociedade Brasileira de Química (2010-2012). Desenvolve pesquisa em química de produtos naturais com ênfase para a busca de substâncias bioativas, peptídeos de plantas, biossíntese de alcalóides piperidínicos e química medicinal de produtos naturais. 

Informações: www.abc.org.br

Assessoria de Comunicação e Imprensa