Notícia

Agência C&T (MCTI)

Professora lança livro sobre poesia portuguesa

Publicado em 06 janeiro 2008

A professora Maria do Socorro Fernandes Carvalho lança hoje, a partir das 18h, no auditório do Centro de Ciências Humanas e Letras da UFPI, o livro " Poesia de Agudeza em Portugal: estudo retórico da poesia lírica e satírica escrita em Portugal no século XVII", A obra, publicada pela Editora da Universidade de São Paulo, é resultado da tese de doutorado defendida no Programa de Pós-graduação em Teoria e História Literária da UNICAMP.

No livro, Maria do Socorro faz um apanhado das normas e teorias que embasam a poesia escrita em Portugal no decorrer dos séculos XVI e XVII e traz uma série de poemas, desde os que eram chamados "sérios ou honestos", até os que provocam o riso. Poetas como Violante do Céu, Jerônimo Baía, António Barbosa Bacelar, Tomás de Noronha, Francisco Manuel de Melo e Francisco da Fonseca Soares, dentre outros, têm seus poemas estudados segundo os padrões poéticos que circulavam no próprio século em que foram escritos.

Textos jamais publicados, resgatados em manuscritos em bibliotecas de Lisboa e Coimbra estão presentes nessa edição, ilustrando conceitos e teorias. Poesia de Agudeza em Portugal: estudo retórico da poesia e satírica escrita em Portugal no século XVII não tenta inaugurar um termo para cada realização poética identificada, como é de praxe na crítica literária, nem tomar procedimentos tão antigos quanto a arte de fazer poesia como se tratasse de novidade, antes, procura reconhecer nessa poesia em língua portuguesa a realização de procedimentos e técnicas desde sempre praticados pelos mais importantes autores da poesia ibérica, levando em conta práticas próprias do período, como a imitação da poesia de Luís de Camões e Luís de Gôngora, até os modelos de poetas antigos, como latinos e gregos, igualmente imitados pelos autores "seiscentistas".

Com base na interpretação de artes poéticas e retóricas antigas e contemporâneas aos poetas, escritas em Portugal, Espanha, Itália e França, o livro apresenta os principais conceitos que pautavam a escrita e a circulação da poesia em Portugal. Noções como decoro, agudeza, engenho, arte, gênero e contrafação são tomadas como base da prática da poesia em questão.

Destaque-se ainda que, dado que os mesmos princípios literais aplicavam-se à poesia escrita no Brasil da época, a pesquisa também apresentam um estudo do sistema das letras do período colonial brasileiro. O livro traz, igualmente, um estudo pormenorizado da metáfora como principal figura de linguagem culta do século XVII.

*Matéria traz imagem com citação à Fapesp