Notícia

Universia Brasil

Professora da Unesp vence Prêmio Capes

Publicado em 15 maio 2007

O Instituto de Artes (IA) tem o que comemorar, afinal, ele está muito bem representado por docentes como Suely Master, vencedora do prêmio CAPES de teses 2006 com sua dissertação de doutorado.

Suely Master é fonoaudióloga, especialista em voz, formada pela Universidade Federal de São Paulo e professora do Instituto de Artes desde 1997, onde ministra disciplinas relacionadas à voz para os cursos de Licenciatura em Artes Cênicas e Educação Artística e Bacharelado em Música. È professora também do Programa de Pós-Graduação em Música do IA onde, com auxílio da FAPESP, coordena o Laboratório de Análise Acústica da Voz Profissional.

Segundo a professora, o prêmio CAPES, será de grande relevância para o Instituto como um todo, sobretudo para os alunos, pois que elevará o padrão de qualidade do IA.

A CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), fundação do Ministério da Educação, foi criada em 11 de julho de 1951, pelo Decreto nº 29.741, com o objetivo de ser um sistema de avaliação, continuamente aperfeiçoado, servindo de instrumento para a comunidade universitária na busca de um padrão de excelência acadêmica para os mestrados e doutorados nacionais.

Hoje, investe no desenvolvimento da pós-graduação stricto sensu focada na formação de pessoas qualificadas no Brasil e no exterior sendo ainda responsável por mais da metade das bolsas de pós-graduação no país, avaliando cursos de mestrado e doutorado, além de financiar a produção e a cooperação científica.

A partir do prêmio, Suely Master, iniciou seu pós-doutorado no Programa de Estudos Pós-Graduados em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL) da PUC-SP e no começo de 2008 continua este estudo nos Estados Unidos, também subvencionado pela CAPES.