Notícia

UFRGS

Professora da UFRGS recebe prêmio Alberto Courrege Gomide

Publicado em 14 janeiro 2021

A professora da UFRGS Liane Margarida Rockenbach Tarouco recebeu o Prêmio Alberto Courrege Gomide no dia 30 de novembro de 2020 durante o evento GTER 49/GTS 35. Liane participou da criação da RNP e da Rede TCHÊ (rede estadual do RS), tendo integrado o primeiro Comitê Técnico da RNP e da Rede Tchê. Foi coordenadora do PoP-RS/RNP durante 25 anos e coordenou a implantação da Rede Metropolitana de Porto Alegre (metropoa) sendo, atualmente, a presidente do seu Comitê Gestor.

“Estou muito tocada por essa homenagem porque vem de um grupo de pessoas que ajudaram e ajudam a construir esse rico recursos que temos hoje a nossa disposição, que é a Internet. Isso para que do Oiapoque ao Chuí se consiga usar a tecnologia para melhorar a qualidade de vida de todos nós”, disse ela emocionada durante a solenidade.

Liane é graduação em Licenciatura em Física pela UFRGS (1970), mestre em Ciências da Computação também pela UFRGS (1976) e doutora em Engenharia Elétrica/Sistema Digitais pela Universidade de São Paulo (1990). Atualmente é professora titular da UFRGS, atuando junto ao Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação, desenvolvendo pesquisa em mundos virtuais imersivos, aprendizagem experiencial, metodologias ativas e mobile learning. Desenvolve também atividade de pesquisa na área de Ciência da Computação, com ênfase em Gerência de Redes de Computadores.

MAIS

O Prêmio Alberto Courrege Gomide é uma iniciativa do GTER/GTS do NIC.br e reconhece profissionais da comunidade técnica que contribuem e contribuíram com excelência técnica para o desenvolvimento da Internet no Brasil.

O professor Alberto Gomide, que dá nome ao prêmio, é um dos pioneiros da Internet no Brasil. Foi responsável na FAPESP por desenvolver e especificar o software e a infraestrutura para o desenvolvimento e operação das redes acadêmicas, culminando pela conexão brasileira à Internet, em janeiro de 1991. Gomide foi responsável também, pela administração técnica do “.br”, e realizou, à mão, os primeiros registros de domínios sob o “.br”.

Confira o vídeo com Liane Tarouco acessando http://metropoa.tche.br/2020-4.php.