Notícia

Planeta Universitário

Professor Paulo Fortes, da Saúde Pública da USP, morre aos 64 anos

Publicado em 11 março 2015

O pesquisador Paulo Antonio de Carvalho Fortes, professor titular de bioética e ex-vice-diretor da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da Universidade de São Paulo (USP), morreu nesta segunda-feira (09/03), em São Paulo, aos 64 anos. Graduado em Medicina pela USP, com mestrado, doutorado e livre docência na mesma instituição, Fortes ingressou como docente da FSP/USP em 1985 e atuou nas linhas de pesquisas de ética em saúde pública e bioética em saúde pública.

Foi vice-diretor da faculdade de abril de 2010 a abril de 2014 e colaborador do Ministério da Saúde e membro de colegiados superiores de conselhos, comissões, consultoria e da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa.

Fortes era o pesquisador responsável pelo projeto “Tendências da crise econômica sobre as políticas de saúde e o Sistema Nacional de Saúde da Espanha”, apoiado pela FAPESP.

Entre outras pesquisas apoiadas pela FAPESP, desenvolveu uma intitulada “O dilema de selecionar quem deve viver”, que procurou aprofundar o conhecimento e a reflexão ética no cotidiano das ações e dos serviços de saúde (leia mais em http://revistapesquisa.fapesp.br/2000/05/01/salvar-uma-decisao-dramatica).

Fortes deixou a mulher, Lucia de Fátima Chibante Fortes, e quatro filhos.

Com a Assessoria de Comunicação Institucional da FSP/USP

Agência FAPESP