Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Professor de Cambridge realiza eventos sobre empreendedorismo

Publicado em 04 abril 2012


O professor Shailendra Vyakarnam, diretor do Centro de Ensino de Empreendedorismo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, está na Unicamp até esta quarta-feira (4), proferindo palestras e workshops sobre empreendedorismo.

Nesta quarta-feira Vyakarnam participa do Workshop de Empreendedorismo da Universidade de Cambridge, evento que acontece no escopo do processo de capacitação do Desafio Unicamp 2012, competição de modelo de negócios promovida pela Agência de Inovação Inova Unicamp. O Desafio Unicamp 2012 é aberto aos alunos de graduação e pós-graduação de todo o país. 

O workshop contará com palestras sobre empreendedorismo e estruturação de negócios. Além disso, os participantes terão a oportunidade de estruturar na prática um modelo de negócio com auxílio do professor Shailendra, que também os apoiará na apresentação da ideia. Mais informações no endereço: http://www.unicamp.br/unicamp/divulgacao/2012/03/23/desafio-unicamp-2012....

A visita do professor Shailendra Vyakarnam ao Brasil faz parte da parceria Cambridge-Unicamp, firmada por meio do projeto Prosperity Fund, da Embaixada Britânica. Shailendra Vyakarnam trabalhou em mais de 400 projetos diferentes como coach, mentor e diretor. Integrou, como diretor, o Centro de Empreendedorismo da Universidade de Cambridge - criado para treinar, desenvolver e apoiar pessoas que queiram tornar as suas ideias inovadoras em projetos bem sucedidos.

No dia 02, Shailendra Vyakarnam ministrou palestra no auditório da Incamp sobre a importância do ensino de empreendedorismo dentro das universidades de pesquisa. O evento reuniu docentes, pesquisadores e demais interessados da comunidade acadêmica. 

Ao longo do evento, Vyakarnam falou sobre a evolução do CfEL (Centre for Entrepreneurial Learning), em Cambridge, e destacou itens essenciais para a aprendizagem no âmbito do empreendedorismo. “É imprescindível que o empreendedor possua conhecimento profundo de seu negócio. Além disso, é preciso ter habilidades sociais, ou seja, exercer a comunicação de maneira precisa, ter suporte para ser bem sucedido, realizar apresentações e negociações constantemente”, afirmou. Ele também ressaltou a importância do networking para os alunos das universidades, o que pode abrir portas no futuro. “O próprio ecossistema de Cambridge possui um grande número de redes, incubadoras, serviços, parques científicos e investidores, fatores essenciais para fortalecer e disseminar a cultura empreendedora entre a comunidade acadêmica”.

Já no dia 03, o palestrante realizou um seminário acadêmico sobre educação superior e empreendedorismo, com foco na experiência da Universidade de Cambridge nesse âmbito. O evento foi realizado na Casa do Professor Visitante (CPV). Participaram empresas e instituições, como Campinas Startups, Endeavor, Fapesp, Inova Ventures Participações S/A (IVP), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), entre outras. 

O diretor executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp, Roberto Lotufo, abriu o evento. Em seguida, o professor Renato Pedrosa, coordenador do Grupo de Estudos de Ensino Superior da Unicamp, falou sobre a importância da cultura empreendedora no escopo acadêmico. 

Em seguida, o professor Shailendra falou especificamente sobre o ecossistema empreendedor de Cambridge, explicando o funcionamento de programas de empreendedorismo que constam na grade curricular da Universidade de Cambridge. O professor também suscitou algumas questões pertinentes aos convidados, como o surgimento do aluno empreendedor; o papel da universidade no âmbito do empreendedorismo; a mudança de cultura proposta pelas universidades empreendedoras. “É preciso fortalecer a educação para o empreendedorismo. Em Cambridge, um dos fatores essenciais para o fortalecimento do ecossistema empreendedor é o envolvimento de ex-alunos com a comunidade acadêmica. Eles auxiliam em pesquisas, percepções, redes e reconhecimento, mantendo um contato próximo com a universidade”, expplicou. Para Shailendra, o Brasil possui diversas possibilidades de fortalecer o empreendedorismo no ensino superior. “O Brasil tem potencial e é preciso trabalhá-lo para que se consiga disseminar sua cultura empreendedora”, analisa.

O evento também promoveu um debate com os convidados sobre cinco temas: planejamento e projetos de universidades empreendedoras; universidades de pesquisa, instituição de ensino superior e suas interações com ex-alunos: como criar, desenvolver e sustentá-los; conteúdos e formas de educação para o empreendedorismo: conceitos e práticas; educação para o empreendedorismo e seus ecossistemas empresariais: gestão e interação; e política do empreendedorismo público: o caso indiano.Na terça-feira (03), Shailendra falou sobre formação e desenvolvimento de equipes de empreendedores, como parte da disciplina AM037, ministrada no Ciclo Básico II, sala PB18.