Notícia

A Folha (São Carlos, SP)

Professor da USP recebe título de comendador

Publicado em 15 março 2007

O Prof. Dr. da USP de São Carlos Vanderlei S.Bagnato recebera o título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico que será entregue pelo Presidente da República.
A Ordem Nacional do Mérito Cientifico, instituída em 1993, premia personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram por relevantes contribuições à Ciência e à Tecnologia. A Ordem possui também uma medalha de prata, e com a inscrição "Medalha Nacional do Mérito Científico", outorgada pelo presidente da República a pessoa jurídica que tenha se destacado pela realização de trabalho ou prestação de serviço relevante para o desenvolvimento científico e tecnológico do País.
O Presidente da República e o Grão-Mestra da Ordem e o Ministro de Estado da Ciência e Tecnologia, o Chanceler. A Ordem tem um Conselho composto pelo Ministro da Ciência e Tecnologia que o preside na qualidade de Chanceler- e pelos Ministros das Relações Exteriores, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e da Educação. O Secretário-Executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia é o Secretário-Executivo da Ordem. A Academia Brasileira de Ciências se incumbe das atividades administrativas da Ordem, de acordo com convênio firmado com o Ministério da Ciência e Tecnologia.
As propostas de admissão ou promoção de personalidades no Quadro da Ordem ou de concessão da Medalha Nacional do Mérito Científico podem ser aprese ao Chanceler pelos membros do Conselho, pela Academia Brasileira de Ciências ou por qualquer autoridade ligada à área da Ciência e Tecnologia. As propostas devem ser justificadas e acompanhadas do curriculum vitae dos candidatos. A Ordem dispõe também de uma Comissão Técnica, constituída de nove personalidades de alto nível, incumbida de apreciar o mérito de cada proposta de nome para admissão ou promoção, bem como para a Medalha. A admissão e promoção de membro da Ordem bem como a concessão da Medalha Nacional do Mérito Cientifico são feitas em decretos do Presidente da República.
A entrega das insígnias e dos diplomas referentes à admissão ou promoção, bem como da Medalha, é feita em ato solene presidido pelo Presidente da República ou pelo Ministro da Ciência e Tecnologia e o são-carlense Vanderlei Salvador Bagnato estará recebendo o título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Cientifico.

Homenageado
Nasceu em São Carlos, no ano de 1958. Graduou-se em Física pela Universidade de São Paulo (USP) em 1981 e em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) no mesmo ano, tendo obtido em 1983 o mestrado em Física pela USP e em 1987 o doutorado em Física pelo Massachusetts Institute of Technology ( M.I.T), nos Estados Unidos. Concluiu pós-doutorado em 1993 na University of Maryland System (U.M.S), nos Estados Unidos.
Atualmente é professor titular do Departamento de Física e Ciência dos Materiais da USP, onde trabalha desde 1981. Coordena o Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof) desde 2000, com pesquisas nas áreas de instrumentação óptica, aplicações de laser na área de saúde além da física atômica e molecular.
Em 1988 foi agraciado com o Prêmio Cleb Wataghin para Jovens Pesquisadores, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) em 2001 foi agraciado com o Prêmio Cientista do Ano da Cidade de São Carlos e recebeu o título de Cidadão Benemérito da Cidade de São Carlos, da Câmara Municipal São Carlos.
Em 2002 recebeu homenagem do Senado Federal pelo Senador Pedro Simon, e, no mesmo ano foi homenageado com o Prêmio de Excelência em Metrologia, da Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM) Em 2004 foi agraciado com o 24° Prêmio José Reis de Divulgação Científica, do CNPq, e com o Troféu Imprensa, - edição 2003, como homenagem ao Governo do Estado de São Paulo. Em 2005 recebeu o Diploma de Reconhecimento Público pelos trabalhos desenvolvidos em prol da ciência, conferido pelo Poder Legislativo são-carlense. É membro da Academia Brasileira de Ciências desde 2005. Até outubro de 2006, o Prof. Bagnato publicou 277 artigos em periódicos, 5 livros e 6 capítulos de livros. Como orientador, tem 29 dissertações de mestrado e 20 teses de doutorado conçluídas nas áreas de Física, Odontologia e Medicina.