Notícia

Alto Norte

Professor da Unemat vence o prêmio da Unesp de tese 2021 e é indicado ao prêmio da Capes

Publicado em 16 novembro 2021

Segundo o professor Gustavo, a sua tese de doutoramento surgiu a partir de uma série de perguntas relacionadas a evolução história dos modelos produtivos regionais no contexto da Bacia do Alto Paraguai.

O professor Gustavo Roberto dos Santos Leandro, que atua no Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) foi um dos vencedores do Grande Prêmio Unesp de Tese em 2021. O seu trabalho ainda concorre ao Prêmio Capes de Tese.

A tese intitulada “Interações Hidromorfodinâmicas na bacia hidrográfica do rio Sepotuba – Alto Paraguai, Mato Grosso – Brasil”, teve por objetivo analisar as interações hidromorfodinâmicas ocorridas nas últimas décadas em função dos processos de apropriação da terra.

O estudo foi realizado a partir de elaboração de mapeamentos temáticos do meio físico e do uso das terras na bacia hidrográfica em diferentes períodos ao longo de uma série de 50 anos, análises geoestatísticas e trabalhos de campo em diferentes trechos do rio principal. O estudo pode evidenciar como a intensa apropriação das terras para a agropecuária tem alterado o regime hidrológico natural no sistema fluvial e alterações na sua morfologia e sedimentologia. O estudo serve como importante instrumento para o planejamento ambiental nesta região do Pantanal mato-grossense.

O trabalho foi orientado pelo professor doutor Paulo Cesar Rocha. No estudo, colaboraram os Laboratórios de Geologia, Geomorfologia e Recursos Hídricos da FCT/UNESP, o Laboratório de Pesquisa e Estudos de Geomorfologia Fluvial da UNEMAT-Cáceres-MT. O estudo recebeu fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP.

Segundo o professor Gustavo, a sua tese de doutoramento surgiu a partir de uma série de perguntas relacionadas a evolução história dos modelos produtivos regionais no contexto da Bacia do Alto Paraguai.

“O respectivo trabalho surgiu a partir de uma série de perguntas relacionadas a evolução histórica dos modelos produtivos regionais no contexto da BAP, sobretudo seus impactos no sistema fluvial, e das relações entre os trechos de planalto e planície de seus afluentes. Bem como o histórico dos estudos no contexto da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) junto ao Grupo de Pesquisa Hidro-Pantanal, com o apoio do Laboratório de Pesquisa e Estudos em Geomorfologia Fluvial (LAPEGEOF), onde eu ingressei como bolsista de Iniciação Científica em 2009. Aproveito para destacar a excelência em pesquisa, construída aos poucos pelo grupo, sob coordenação da professora Dra. Célia Alves de Souza. Esse estudo, portanto, é fruto de trabalho coletivo. Gratidão a todos.” – comentou o professor Gustavo Roberto.

De acordo com professor sem o apoio e o financiamento das instituições públicas de amparo a pesquisa, como a Fapesp, que concedeu bolsa de doutorado, o desenvolvimento do estudo ficaria comprometido.

Sobre o Prêmio Unesp:

O Prêmio Unesp de Teses visa reconhecer, valorizar e premiar teses de doutorado defendidas nos Programas de Pós-Graduação da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp). No ano de 2021 foram premiadas 8 teses de doutorado ao considerar os seguintes critérios: a) relevância para o desenvolvimento sustentável; originalidade em relação à tradição do tema de pesquisa; impacto científico, técnico ou social; potencial de inovação e/ou transferência de conhecimento, conforme os temas relacionados aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

De relevância e caráter inédito para o contexto regional, com impactos nacionais por se tratar de um recorte espacial contribuinte do Pantanal mato-grossense, a respectiva pesquisa foi desenvolvida com o objetivo de analisar as interações hidromorfodinâmicas em função dos processos de apropriação desenvolvidos na bacia hidrográfica do rio Sepotuba, Alto rio Paraguai – Mato Grosso nas últimas décadas, bem como o comportamento hidrossedimentológico atual em um ciclo sazonal no canal principal associado a evolução morfológica no sistema rio-planície de inundação em seu baixo curso. Cabe salientar que seu trabalho também foi indicado para concorrer ao Prêmio CAPES de Tese de 2021.

Link de acesso à tese: http://hdl.handle.net/11449/197352

Via Assessoria Unemat