Notícia

Acontece Botucatu

Professor da FMB/Unesp é convidado da FAO/WHO para reunião internacional

Publicado em 28 março 2018

O professor João Lauro Viana de Camargo, do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), foi convidado para participar de uma reunião de especialistas entre os dias 17 e 27 de setembro, em Berlim, na Alemanha. A iniciativa é coordenada pela Food and Agriculture Organization/World Health Organization (FAO/WHO) e trata da avaliação da toxicidade e estimativa do risco de resíduos de praguicidas agrícolas para a saúde humana.

“Esse convite traduz reconhecimento internacional das atividades do TOXICAM (Núcleo de Avaliação do Impacto Ambiental sobre a Saúde Humana), nosso núcleo de pesquisa estabelecido na Unidade de Pesquisa Experimental (Unipex). É uma grande satisfação pessoal e profissional poder contribuir com a visibilidade acadêmica de nossa Instituição com agências internacionais tão relevantes”, diz o docente.

Sobre o docente

João Lauro Viana de Camargo, médico (1971), patologista (1974), mestre (1977) e doutor (1981) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Professor Titular de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMBo), UNESP. Coordenador do Núcleo de Avaliação do Impacto Ambiental sobre a Saúde Humana (TOXICAM), da FMBo, UNESP. Diretor de Gestão Acadêmica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMBo, 2011). Patologista cirúrgico no HCFMBo da UNESP até 2010. Pós-doutorado no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, EUA, 1981-1983) e na Universidade Municipal de Nagoya (Japão, 1987-1988). Responsável pela introdução no país de ensaio alternativo in vivo para identificação de cancerígenos químicos, oficializado pelo IBAMA em 1996 para avaliação de agropraguicidas. Assessor ad hoc de agências de fomento e regulamentadoras – CNPq, FAPESP, ANVISA, CTNBio – e revisor de periódicos científicos nacionais e estrangeiros. Membro do roster do Joint Meeting of Pesticide Residues (JMPR), FAO/WHO (2011-2015,2016-2020). Membro dos corpos editoriais de ISRN (International Scholarly Research Network) Toxicology e de European Journal of Toxicological Sciences. Fundador da Associação Latino-americana de Patologia Toxicológica (ALAPT), da qual foi presidente por dois termos (2005 a 2010). Fellow da International Academy of Toxicologic Pathology (FIATP) desde 2014. Membro titular da CCVISA (Comissão Científica, ANVISA, 2016).

 

 

 

 

 

(Foto: )