Notícia

Jornal de Piracicaba online

Professor da Esalq tem pesquisa inédita

Publicado em 31 agosto 2006

O professor titular do Departamento de Produção Vegetal da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) Sílvio Moure Cícero coordena há cinco anos uma pesquisa inédita no Brasil, para avaliar, por meio de imagens, a qualidade das sementes. O processo permite identificar, de maneira precisa, as mais adequadas para o plantio, permitindo a otimização do solo agrícola. Ou seja, leva a uma maior produção em área idêntica.

Segundo Cícero, as empresas produtoras de semente têm especial interesse nos experimentos. "É uma forma de desenvolver controle de qualidade do produto". O pesquisador afirma que o estímulo para a produção estaria na forte concorrência entre empresas que atuam no segmento e à exigência dos agricultores.

"O produtor que investe em tecnologia (no campo) não quer correr o risco de plantar sementes que não irão germinar". A análise de imagem constitui-se numa técnica para a realização de trabalhos de pesquisa que necessitem fotografar ou radiografar sementes, plântulas, frutos, raízes e outros órgãos vegetais, para examinar estruturas externas e internas.

A análise de imagens funciona como uma lupa de alta resolução digital. Cícero trouxe a tecnologia da Holanda, onde concluiu pós-doutorado em 1996. Em 2001, obteve recursos da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) para montar o Laboratório de Análise de Imagens. Atualmente, seis alunos de graduação trabalham em projeto de iniciação científica no laboratório; uma pesquisadora produz sua dissertação de mestrado; e outros três fazem teses de doutorado.