Notícia

Diário do Rio Claro

Produção do grupo Kino Olho teve início sexta

Publicado em 09 março 2019

Por Lourenço Favari

O grupo Kino Olho iniciou nessa sexta-feira (8) a gravação de mais um curta-metragem, no Quilombo de Mandira, em Cananéia-SP. As gravações prosseguem até a próxima quarta-feira (13), conforme informou a assessoria da entidade.  

“O roteiro foi construído com uma proposta antropofágica da cultura quilombola, buscando expressar suas cosmologias através de composições espaço-temporais”, informou o grupo, em nota.

O trabalho será dirigido por Diego Gondim, que viveu por um período com os mandiranos. “Durante esse tempo, ele cultivou uma parceria que se transformou em amizade e aliança com os moradores da comunidade", destaca o texto.  

A experiência resultou na pesquisa de Gondim como mestrando da Unesp Rio Claro e agora deve virar um trabalho audiovisual, como desdobramento de sua experiência na comunidade de Mandira e faz parte de sua pesquisa de doutorado, realizada na Unesp Rio Claro e na Université Paris 8 (Paris — França) e financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).