Notícia

O Dia (SP)

Procuradoria Geral e Secretaria de Ensino Superior assinam protocolo de intenções

Publicado em 23 março 2010

A Secretaria de Ensino Superior e a Procuradoria Geral do Estado de São Paulo assinaram nesta segunda-feira, 22, um protocolo de intenções com o objetivo de estabelecer um esforço de cooperação técnica para a implementação de cursos de interesse comum. A parceria deve garantir que cursos do Centro de Estudos e da Escola Superior da Procuradoria Geral do Estado (PGE) sejam oferecidos pelo Programa Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) aos procuradores do Estado.

A inauguração da parceria deve acontecer com a criação do curso de extensão argumentação jurídica. Um público de 200 alunos deve ser contemplado, o que representa mais que o dobro do atual quadro discente da Escola Superior da PGE. Outros agentes públicos que desempenhem tarefas jurídicas no Estado também podem ser beneficiados.

Estarão presentes na assinatura do Protocolo de Intenções o secretário de Ensino Superior, Carlos Vogt, a secretaria-adjunta, Nina Beatriz Stocco Ranieri, e a equipe Univesp, representada pelos coordenadores do Programa Univesp, Waldomiro Loyolla e Márcio Luiz de Andrade Netto. Acompanharão a solenidade o chefe do Centro de Estudos da PGE, Carlos José Teixeira de Toledo, a Diretora da Escola Superior, Patrícia Ulson Pizarro Werner, e respectivas equipes. Também estarão presentes membros do Conselho Curador da Escola Superior da PGE.

Programa Univesp

A Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) foi criada pelo decreto n° 53.536 de 9 de outubro de 2008 com o objetivo de ampliar o acesso à educação superior pública, em parceria com as três universidades paulistas -USP, Unicamp e Unesp - e com o Centro Paula Souza. A estrutura consorciada da Univesp agrega ainda outras importantes instituições, entre elas a Fundação Padre Anchieta, a Fapesp, a Fundap e a Imprensa Oficial e agora também a Procuradoria Geral do Estado.

Os cursos a serem oferecidos pela Univesp têm o seu projeto acadêmico e seus conteúdos formulados pelas instituições de ensino que os propõem. São elas também as responsáveis pelo processo de seleção para o ingresso dos alunos, bem como pela avaliação de seu desempenho nos cursos. A Univesp cabe garantir as condições materiais, financeiras e tecnológicas para a realização desses cursos, acompanhando, de modo integrado com a instituição parceira, a sua realização, o seu desenvolvimento e o aproveitamento dos alunos neles matriculados.