Notícia

O Estado de S. Paulo

Processo de arte com vagões abandonados

Publicado em 25 maio 2011

Por Camila Molina
"Esse espaço é um limbo, de interstício entre uma coisa e outra. E sendo um limbo, tudo o que está nele também é", diz Nelson Brissac Peixoto, professor da PUC-SP, doutor em filosofia e, mais ainda, o criador do projeto Arte/Cidade (leia mais abaixo), que se tornou um marco em se tratando da questão de intervenção artística no espaço urbano. No caso, sua fala se refere aos trens estagnados e sem uso abrigados em uma extensão da antiga Estação da Mooca. Entre agosto e setembro, cerca de 30 daqueles vagões serão o material de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.