Notícia

Jornal da USP

Prisões em São Paulo

Publicado em 03 abril 2000

As práticas de encarceramento desenvolvidas em São Paulo no período compreendido entre a emancipação política do Brasil e o final da década de 1930, com o Estado Novo já instalado, são apresentadas no livro As Prisões em São Paulo - 1822-1940 (Editora Annablume/Fapesp, 371 págs,, R$ 30.00), do historiador e sociólogo Fernando Salla, que integra o Núcleo de Estudos da Violência da USP. É originalmente tese de doutoramento em sociologia pela USP, com orientação de Sérgio Adorno, que assina a apresentação: "O livro de Fernando Salla aborda um dos mais esquecidos capítulos da memória nacional: a história do controle social e da punição". A análise recai, principalmente, sobre a Cadeia da Capital, a Casa de Correção e a Penitenciária do Estado.