Notícia

G1

Previsão climática do CPTEC terá supercomputador em agosto

Publicado em 30 julho 2007

São Paulo (Reuters) - O supercomputador comprado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no final do ano passado começa a operar no Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) de São Paulo em agosto.

A máquina, um sistema de computadores interligados, custou 2,4 milhões de dólares e integra a lista dos 500 máquinas mais poderosas do mundo.

Segundo informações da Agência Fapesp, a nova máquina, comprada da japonesa NEC Corporation, ocupa a 416a posição na colocação geral da lista Top 500. Já na classificação de equipamentos usados no campo de pesquisas de tempo e clima, o sistema instalado em Cachoeira Paulista (SP) aparece na 12a colocação.

O novo sistema computacional do CPTEC/INPE foi adquirido com recursos do Projeto de Tecnologia da Informação para Meteorologia (Protim), do governo federal.

"A aquisição deverá trazer ganhos de experiência em sistemas computacionais em ambiente massivamente paralelo", disse José Paulo Bonatti, pesquisador e chefe da Divisão de Modelagem e Desenvolvimento (DMD), do CPTEC, responsável pelo projeto do "cluster".

A tecnologia de clusters computacionais, que dispõe de centenas ou milhares de processadores atuando em conjunto, é a mais nova tendência da arquitetura computacional de alta performance.

A performance do novo sistema é de 4,5 teraflops (trilhões de cálculos por segundo). Para as previsões meteorológicas diárias, o CPTEC/INPE utiliza, atualmente, o supercomputador NEC SX-6, que tem velocidade de pico de 0,76 teraflop.

(Por Alberto Alerigi Jr.)