Notícia

JC e-mail

Presidente da Fapesp responde ao artigo de Sérgio Ferreira

Publicado em 08 março 2001

Mensagem do presidente da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz (brito@ifi.unicamp.br), que também faz questão de se declarar "corinthiano", em resposta ao artigo 'O discreto charme da burocracia Fapespiana' do prof. Sérgio Henrique Ferreira, publicado no "JC E-Mail", 1741, de 7/3: "O acesso ao link de 155 Mb/s estabelecido com os EUA desde janeiro deste ano, é automático e todos os pesquisadores paulistas já o estão usando, através da rede ANSP, sem que tenham que tomar qualquer providencia. A rede ANSP é a rede que conecta as instituições de ensino e pesquisa no Estado de SP, e quase todas as instituições deste tipo já estão conectadas à rede ANSP. Para usar este link não se faz necessária nenhuma providencia especial nestas instituições, e por isso me referi a seu uso como sendo transparente para o pesquisador. O uso do link de 155 Mb/s é independente da existência de projetos colaborativos com pesquisadores dos EUA. Para obter acesso à Internet 2 dentro dos EUA (a Internet 2 é uma rede operada pela NSF, diferente do link Brasil-EUA de 155 Mb/s referido acima que é um serviço pago pela Fapesp), a NSF requer a existência de projetos colaborativos com pesquisadores daquele país. Num primeiro momento, para viabilizar imediatamente o acesso, foram listados pela Fapesp e pelas instituições americanas parceiras dois desses projetos, o Biota e o Genoma. Reiteramos informação anterior de que o convênio entre a Fapesp e a NSF prevê que quaisquer outros projetos de natureza colaborativa entre pesquisadores do Estado de SP e dos EUA terão automaticamente acesso à Internet 2 dentro dos EUA. O mesmo vale para o acesso 'a Internet 2 internacional. A operacionalização desse acordo está sendo ainda definida conjuntamente pela Fapesp e pela NSF e será oportunamente divulgada. Todos os projetos colaborativos, inclusive os elencados inicialmente, terão que se submeter às mesmas regras de acesso. É fundamental para o desenvolvimento da Fapesp o recebimento de criticas e comentários sobre sua atuação. A Fundação sempre esteve e continuará aberta a todos os pesquisadores que tenham criticas e sugestões concretas sobre seu funcionamento e suas políticas. JC E-Mail