Notícia

Universia Brasil

Prêmios para pesquisadores da genética de peixes da UNESP de Bauru

Publicado em 13 outubro 2008

Estudantes de graduação, Iniciação Cientifica e Pós-Graduação da Unesp que utilizam o Laboratório de Genética de Peixes do Departamento de Ciências Biológicas de Bauru conquistaram premiações no 54º Congresso Brasileiro de Genética, que ocorreu entre os dias 16 e 19 de setembro, em Salvador, BA.

Durante a realização do Congresso Brasileiro de Genética, com cerca de 2600 participantes, o doutorando Fernando F. Mendonça do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas – área de Zoologia – apresentou uma nova metodologia de identificação genética de tubarões da costa brasileira e sua aplicação no controle da pesca, recebendo o Premio Silvio de Almeida Toledo Filho – na área de Genética, Evolução e Melhoramento Animal.

Além disso, a aluna de Iniciação Científica, Aline Rodrigues, recebeu Menção Honrosa na categoria Iniciação Científica pelo trabalho apresentado sobre marcadores genéticos como diagnósticos na identificação de Híbridos na piscicultura. Também o doutorando Diogo Teruo Hashimoto, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas - área de Genética, foi selecionado entre os cerca de 450 painéis para concorrer ao premio painel de Pós-Graduação em Genética Animal.

"É o comprometimento de uma equipe unida buscando resolver questões relevantes de conservação e manejo de ecossistemas, associados à exploração adequada de recursos", comenta Fabio Porto-Foresti, professor do Departamento de Ciências Biológicas, ao dizer que tais prêmios refletem a busca constante pelo aprimoramento do conhecimento científico.

O Laboratório de Genética de Peixes ligado ao Departamento de Ciências Biológicas de Bauru, coordenado por Fabio Porto Foresti e Jehud Bortolozzi, professores do Departamento de Ciências Biológicas, atua desde 2003 e vários alunos e docentes utilizam para suas pesquisas.

Os integrantes da equipe já conseguiram captar mais de R$ 700 mil reais em verbas destinadas à pesquisa oriundas da Fapesp, CNPq e ICMBIO- antigo Ibama. No final do mês de setembro o laboratório recebeu dois prêmios de excelência em pesquisa, concedidos pela Sociedade Brasileira de Genética.

Os docentes destacam que estes trabalhos, com essa premiação e reconhecimento fazem parte dos estudos desenvolvidos no Laboratório de Genética de Peixes que realiza pesquisas para maior compreensão dos aspectos relacionados à conservação e uso sustentável dos representantes deste grupo.

Outras informações podem ser obtidas pelo site da Faculdade de Ciências www.fc.unesp.br.

Fonte: Unesp