Notícia

JC e-mail

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade é entregue

Publicado em 25 outubro 2007

Sete trabalhos que contribuem para a preservação, proteção e divulgação do patrimônio cultural brasileiro são contemplados pelo Ministério da Cultura com troféu, certificado e R$ 14 mil cada um

O Ministério da Cultura entregou, na semana passada, o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade durante cerimônia de homenagem aos 70 anos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em Brasília.

A distinção, que está em sua 20ª edição, foi entregue pelo ministro Gilberto Gil e pelo presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida. Cada um dos sete vencedores, de diferentes estados brasileiros, recebeu um troféu, um certificado e R$ 14 mil.

O objetivo do prêmio é reconhecer ações da sociedade civil que contribuam para a preservação, proteção e divulgação do patrimônio cultural brasileiro. Foram selecionados sete trabalhos, um por categoria, de 232 inscritos.

Entre os premiados estão: o Programa Escola de Artes Moinho Cultural Sul-Americano do Instituto Homem Pantaneiro (MS), na categoria Apoio Institucional e/ou Financeiro; a Associação Amigos do Museu do Ceará, na categoria Divulgação; o Projeto de Atendimento Educativo do Museu Arqueológico de Sambaqui (SC), na categoria Educação Patrimonial; e Diretrizes para a Área de Especial Interesse Cultural Sítio Charqueador Pelotense (RS), na categoria Pesquisa e Inventário de Acervos.

Foram contemplados ainda a ONG Sociedade dos Amigos de Pirenópolis (GO), na categoria Preservação de Bens Móveis e Imóveis, a Universidade Regional do Cariri (CE), na categoria Proteção do Patrimônio Natural e Arqueológico, e a ONG Movimento de Vanguarda da Cultura Icoaraci (PA), na categoria Salvaguarda de Bens de Natureza Imaterial.

Criado em 1987, o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade leva o nome do fundador e presidente do Iphan por 30 anos. Podem concorrer empresas, instituições e pessoas que realizem ações de preservação do patrimônio cultural.

Mais informações: http://portal.iphan.gov.br

(Agência Fapesp, 25/10)