Notícia

GVces - Centro de Estudos em Sustentabilidade

Prêmio Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) anuncia ganhadores

Publicado em 01 outubro 2007

Agência FAPESP

Philip Martin Fearnside, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), recebeu o Prêmio Hours Concours do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS).

Os jurados da terceira edição do prêmio escolheram o pesquisador por sua trajetória em defesa da Amazônia.  Há mais de 30 anos, Fearnside tem se destacado no trabalho de apoio à criação de mecanismos institucionais de valorização dos serviços ambientais da floresta amazônica.

Nascido nos Estados Unidos, Fearnside é pesquisador titular do Departamento de Ecologia do Inpa, em Manaus, e tem seus trabalhos reconhecidos pela comunidade científica internacional.  Um levantamento feito em 2006 pela Thomson ISI, por meio de referências em revistas indexadas na área, apontou o cientista como o segundo mais citado no mundo sobre o tema aquecimento global nos últimos dez anos.

Os ganhadores do Prêmio CEBDS foram anunciados no dia 19.  A terceira edição do prêmio, criado para incentivar o desenvolvimento de atividades economicamente viáveis, ambientalmente responsáveis e socialmente justas, teve 285 trabalhos inscritos.  A premiação foi de R$ 10 mil para cada uma das categorias: ONG, Pequena Empresa, Mídia, Setor Acadêmico e Administração Pública.

O vencedor na categoria Setor Acadêmico foi o trabalho "Síntese que organiza o olhar: Uma proposta para a construção e representação de indicadores de desenvolvimento sustentável e sua aplicação para os municípios fluminenses", apresentado na Escola Nacional de Ciências Estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O melhor trabalho na categoria Administração Pública foi o Projeto Municipal de Coleta Seletiva Solidária da Prefeitura de Mesquita, Rio de Janeiro.

Na categoria ONG, o ganhador foi o Projeto Comunitário de Mulheres na Amazônia, desenvolvido há oito anos pela Associação Vida Verde da Amazônia.  Na categoria Mídia, o escolhido foi a reportagem da revista Época, "Isto pode acontecer?  O impacto do aquecimento global no Brasil".

Mais informações: www.cebds.org.br